Shopping Campeões do Futebol

HISTÓRIA DO AUTO ESPORTE (AM)


Auto Esporte de ManausAUTO ESPORTE CLUBE
Fundação: n/d
Endereço: Manaus/AM
Extinção: 1964


Clubes Amadores Clubes do Brasil Clubes do Mundo     + FUT-AMAZONAS

       

Em 1955, Cláudio Coelho e um grupo de jogadores campeões pelo América de Manaus (no ano anterior) migraram para o Auto Esporte, onde foram campeões no ano seguinte e em 1959. Depois deste título, foi caindo de produção, até que, em 1964, com o advento do profissionalismo, extinguiu seu time de futebol.

Em 1961, o Auto Esporte venceu o 2° em 3 turnos, garantindo o direito de decidir o título com o São Raimundo. Nessa final, o Auto Esporte perdia para o Rio Negro por 3x1 quando alguns torcedores do “Clube Motorizado” invadiram o campo aos 10 minutos do 2° tempo, insatisfeitos com a atuação do árbitro José Pereira Serra. A partida foi suspensa e retomada 4 dias depois, com Dorval Medeiros no apito. Não houve alteração do placar e o título ficou com o São Raimundo.

Time campeão de 1956: Vicente, Guarda e Gatinho; Juarez Souza Cruz (Jaime Basílio), Gilberto e Gioia; Silvio (Gildo), Gordinho, Osmar, Sadoval e Nicolau. Jogaram ainda: Mário Matos, Anacleto, Moacir, Osmar e Ruy (goleiros) e Clemente. Técnico: Cláudio Coelho.

Time campeão de 1959: Alfredo, Valdér e Gatinho; Nonato, Almério e Guilherme; Totinha, Osmar, Gordinho, Caramuru e Manoel Conte. Jogaram ainda: Chagas, Sandoval, Guarda, Claudionor, Nonato e Ronaldo. Técnico: Cláudio Coelho.

9 participações na 1ª divisão do estadual: de 1955 a 1963 (último ano do amadorismo). Títulos: 2 vezes campeão estadual da 1ª divisão: em 1956 e 1959.

Curiosidades

Apelido do Auto Esporte: “Clube Motorizado”.

Artilheiros do campeonato estadual: em 1959, Gordinho (Mário da Cruz Gordinho), com 25 gols (o 2° colocado, Pratinha, do Nacional, fez 15 gols); em 1961, Nonato, com 10 gols.

Maiores artilheiros por campeonato: 1956: Osmar, 13 gols, 3°; 1957: Gordinho, 26 gols, 3°; Osmar, 25 gols, 4°; 1958: Sandoval, 6 gols, 2°; 1959: Gordinho, 25 gols, 1°; 1960: Osmar, 9 gols, 3°; Totinha, 8 gols, 5°; 1961: Nonato, 10 gols, 1°; 1962: Coelho, 6 gols, 3°; 1963: Torrado, 12 gols, 3°.

Este arquivo faz parte do livro "Notas de Uma História Comparada", de Laércio Becker, sobre a história dos clubes com nome Auto Esporte. Confira abaixo.

Auto (AL) Auto (AM) Auto (PB) Auto (PE) Auto (PI) Auto (SP)

Pesquisas de Laércio Becker - laerciobecker@hotmail.com.
Fonte: Arquivos do autor / pesquisador.
Página adicionada em 30/Setembro/2009.

 




Pesquisa personalizada




 

Livros Digitais Campeões do Futebol


Ir ao Topo