115 ANOS DE FLUMINENSE FOOTBALL CLUB


Tricolor CariocaFLUMINENSE FOOTBALL CLUB
Fundado em 21/Julho/1902
End.: Rua Álvaro Chaves 41, Laranjeiras
Rio de Janeiro, RJ - CEP 22231-200
Estádio Manoel Schwartz (Laranjeiras)
Site: www.fluminense.com.br


       

Introdução à História do Fluminense.
Fluminense Football Club é uma agremiação poliesportiva e cultural sediada na cidade do Rio de Janeiro, fundada em 21 de julho de 1902. É uma sociedade civil de caráter desportivo que tem como principal atividade o futebol.

Apesar dos inúmeros serviços prestados ao esporte e à cultura, foram as grandes conquistas nos gramados que alçaram o Fluminense à lista de um dos clubes mais populares do Brasil. Quando o futebol ainda engatinhava no país, o clube consolidou sua condição de elite esportiva com o tetracampeonato em 1906-1909, alcançando o tri em 1917-1919, época na qual brilhou o seu atacante inglês Henry Welfare, autor de 48 gols em 40 jogos na campanha do tricampeonato, e que marcou o momento no qual o futebol do eixo Rio-São Paulo começou a atrair públicos relevantes. Em 1919 construiu o primeiro estádio, entendido como construção de cimento, da América Latina, época na qual abundavam os antigos "campos", construções menos complexas, em geral bem modestas.

O Fluminense se desprendeu da condição de ser um clube apenas da elite a partir da primeira metade da década de 1920, quando o futebol brasileiro finalmente penetrou na cultura das camadas mais populares, tendo conquistado a sua primeira taça internacional em 1928, a Taça Vulcain, disputada contra o Sporting Clube de Portugal, e se tornado o principal baluarte pela profissionalização do futebol brasileiro em 1933, deixando de restringir o futebol aos associados ou aos falsos amadores de alguns clubes, que praticavam o chamado "profissionalismo marrom".

Em seus primeiros cinquenta anos, o Fluminense conquistou 16 campeonatos cariocas, sendo o período de maior glória, entre 1935 e 1941, quando conquistou 5 títulos cariocas, o Torneio Aberto de 1935, o Torneio Municipal de 1938, o Torneio Extra de 1941, e os torneios início de 1940 e 1941, um total de 10 títulos oficiais em 7 anos, estando na liderança do Torneio Rio-São Paulo de 1940, quando da ocasião de sua paralisação. No Campeonato Carioca de 1941 o Fluminense fez 106 gols em 28 jogos, média de 3,78 por partida, e no Campeonato Carioca de 1946 faria 97 gols em 24 partidas, média de 4,04. O ataque na campanha de 1941 era composto por Pedro Amorim, Romeu Pellicciari, Rongo, Tim e Carreiro, tendo o argentino Rongo terminado como principal artilheiro do time ao marcar 26 gols. Na campanha de 1946, Rodrigues, 28 gols, e Ademir Menezes, 25, foram os destaques ofensivos.

Por ter sido o clube que mais conquistou títulos estaduais no Rio de Janeiro no século XX, o Fluminense ostenta o título honorífico de Campeão Carioca do Século XX. Em 2005 o Tricolor se tornou o primeiro clube do eixo Rio-São Paulo a conquistar 30 títulos estaduais, sem levar em consideração o título carioca extra de 1941.

Entre as suas maiores glórias no futebol, destacam-se a Copa Rio de 1952, os Torneios Rio-São Paulo de 1957 e de 1960, as 4 conquistas do Campeonato Brasileiro em 1970, 1984, 2010 e 2012, a Copa do Brasil de 2007 e a Primeira Liga de 2016.

Em 1952, quando a população ainda lamentava a perda da Copa do Mundo de 1950, o Fluminense elevou a autoestima do povo carioca, conquistando no Maracanã, de forma invicta, a Copa Rio de 1952, embrião da atual Copa do Mundo de Clubes da FIFA. Com Castilho, Píndaro, Pinheiro, Bigode, Didi, Telê e Orlando Pingo de Ouro, entre outros, tendo o exponencial Zezé Moreira no comando, o Tricolor passou por Sporting, Grasshopper, Peñarol, Austria Wien e, ao vencer o Corinthians, conquistou essa importante taça para o Brasil.

Em 1957 conquistaria o Torneio Rio São Paulo, embrião do Campeonato Brasileiro, invicto, e em 1960 chegaria ao segundo título, com apenas uma derrota, quando estes eram os campeonatos mais competitivos do Brasil. Além da inacabada edição de 1940, chegaria a última rodada precisando apenas de uma vitória para ser campeão, em 1952 e 1954, sem ter conseguido o seu intento nestas ocasiões, alcançando o pioneirismo carioca em 1957.

Os seus times mais vitoriosos na segunda metade do Século XX foram o de 1969-1971, campeão brasileiro de 1970, campeão carioca e da Taça Guanabara, então competição independente, de 1969 e 1971, e o de 1983-1985, campeão brasileiro de 1984 e tricampeão carioca, tendo em vista apenas os principais títulos oficiais. Os dois times ficaram marcados pelo equilíbrio de suas linhas e pelo jogo coletivo de seus jogadores, entre os quais brilharam o meia Samarone e os atacantes Flávio e seu substituto por contusão, Mickey, no time campeão brasileiro de 1970, e o meia paraguaio Romerito e a dupla ofensiva Assis e Washington no campeão brasileiro de 1984.

Merecem destaques também, o time de 1957-1960, pois além dos dois títulos do Torneio Rio-São Paulo, conquistou o Campeonato Carioca de 1959, foi vice em 1957 e 1960, tendo sido eliminado da Taça Brasil de 1960 na semifinal tomando um gol em chute de longe aos 44' do segundo tempo, e o de 1951-1954, campeão da Copa Rio de 1952, do Campeonato Carioca de 1951, vice carioca em 1952 e 1953 e do Torneio Rio-São Paulo de 1954. Castilho, Pinheiro e Telê jogaram durante toda a década de 1950, fazendo parte da base do time nos dois momentos mais vitoriosos dessa década, com Waldo, o maior artilheiro da História do Fluminense, brilhando no segundo momento. O período de 1975-1976 ficaria lembrado pela técnica refinada dos jogadores, bicampeões cariocas, duas vezes semifinalista do Campeonato Brasileiro e pelas conquistas de prestigiosos torneios amistosos no exterior, elenco que ostentava nomes como Félix, Carlos Alberto Torres, Edinho, Marco Antônio, Paulo César Caju, Gil, Doval e Dirceu, entre outros.

No Século XXI, destaca-se o período entre 2007 e 2012, quando o clube conquistou dois campeonatos brasileiros, uma Copa do Brasil e um Carioca, considerando-se os títulos mais importantes, chegando ainda a duas finais continentais. O meia argentino Conca e o centroavante Fred foram os grandes destaques do time nas conquistas dos campeonatos brasileiros de 2010 e de 2012, respectivamente.

O Fluminense disputou um total de 391 partidas contra clubes, seleções ou combinados estrangeiros, com 207 vitórias, 89 empates, 95 derrotas, 805 gols pró e 505 gols contra, tendo jogado em 51 países diferentes de todos os continentes, exceto a Oceania, e apresentando como maiores destaques em competições da Conmebol, os vice-campeonatos da Copa Libertadores da América em 2008 e da Copa Sul-Americana em 2009. Levantamento da revista Placar em 2017, apontou o Fluminense como o clube brasileiro com o segundo melhor aproveitamento contra times europeus, com 65,7% de aproveitamento nos 143 jogos disputados contra 108 times de 22 países, com 84 vitórias, sendo o quinto clube em número de partidas disputadas e o segundo em média de gols, 2,31 por partida até então.

Até o final da temporada de 2016, o time principal contava com um retrospecto histórico de 5.557 jogos, com 2.857 vitórias, 1.287 empates e 1.413 derrotas, tendo feito 11.031 gols e sofrido 6.835, segundo banco de dados e critérios do site Estatísticas do Fluminense (www.fluzao.info).

ARQUIVO COMPLETO
HISTÓRIA, CONQUISTAS E MAIS ...
 Resumo da História  Títulos (Principais Conquistas)
 Primeiros anos  Títulos / Outros Taças (A Maioria em Confronto Único)
 A Taça Olimpica  Títulos das Categorias de Base
 Os Esportes Olimpicos  Maiores Públicos
 Estádio/Sede  Todos os Jogos 1902-2002
 Simbolos  Campanha do Brasileiro 2010 (Fichas Técnicas)
 Hinos  Campanha do Brasileiro 2012 (Fichas Técnicas)
 O Flu e Yacht Club  Jogadores do Fluminense em Copas América
 Recordes  Jogadores do Flu na Seleção Brasileira
 Curiosidades  Decisões Fla x Flu
 Foto Galeria  Grandes Craques

 O Fluminense nas competições oficiais sul-americanas (1971/2009)
 Invencibilidade em partidas oficiais da Conmebol com o mando de campo
 O Fluminense nas competições oficiais do Brasil (1902 a 2009)
 A grande muralha Tricolor e o ataque irresistível de 1959
 Retrospecto do Fluminense contra clubes campeões brasileiros de outros estados e contra campeões cariocas ainda em atividade no estádio de Laranjeiras

 Arquivo Flu (Outras informações históricas do FFC)

CLÁSSICOS / CONFRONTOS
História do Clássico Vovô
O Clássico Vovô

A história de Botafogo x Fluminense, o clássico mais antigo do futebol brasileiro e o quarto mais antigo das Américas.
História do Clássico dos Gigantes
Clássico dos Gigantes

É o nome eleito pelos leitores do jornal Lance! em 17 de maio de 2006 para Fluminense versus Vasco da Gama. História, estatísticas e curiosidades.
História de Fluminense versus América-RJ
América x Fluminense

Disputado desde 19 de julho de 1908. Foi em uma das partidas deste clássico carioca que surgiu o apelido de Pó-de-arroz
 
História de Fluminense versus Atlético-MG
Atlético-MG x Flu

Um dos grandes clássicos do futebol brasileiro. A primeira partida entre as equipes foi no ano de 1930.
História de Flu x Portuguesa Desp. (SP)
Flu x Portuguesa (SP)

História e estatísticas, partidas que decidiram titulos e os maiores públicos do confronto.
 
Classico Fluminense x Corinthians
Flu x Corinthians

O mais representativo entre os diversos confrontos contra grandes clubes brasileiros disputados pelo Fluminense.

 

Livros Digitais Campeões do Futebol

Ir ao Topo