COPA RIO - TORNEIO INTERNACIONAL DE CAMPEÕES
(Edição 1951 reconhecida como Mundial de Clubes FIFA)



HISTÓRIA TABELA 1951 TABELA 1952 + INTERCONTINENTAIS + MUNDIAL CLUBES

       

Para suprir qualquer dúvida se o Torneio foi ou não oficial, indicamos a leitura do site da FIFA neste link >> Releases da FIFA, de 15 de dezembro de 2007 que diz o seguinte (por nós traduzida):

"No que diz respeito à história da Copa do Mundo de Clubes e competições intercontinentais em anos passados, como a Copa Rio em 1950, o Comitê Executivo da FIFA aprovou a idéia de que a primeira edição desta competição foi realizada em 2000 no Brasil, onde Corinthians se tornou o primeiro clube campeão do mundo FIFA. Outros torneios não são considerados eventos oficiais da FIFA.

A FIFA, neste caso, não reconhece como competição mundial a Copa Rio e a Copa Intercontinental, porém não "retira" sua oficialização pelas entidades que as organizaram. Ou seja, assim como a Copa Intercontinental, a Copa Rio de 1951 e 1952 é oficial. A Copa Intercontinental ou Toyota Cup foi realizada pela Conmebol e UEFA; e a Copa Rio pela CBD (atual CBF), elevando em importância a conquista dos clubes."

O que foi o Torneio?

Foi uma iniciativa da CBD (Confederação Brasileira de Desportos), atual CBF, aproveitando o clima criado um ano antes com a realização da Copa do Mundo e que foi patrocinada pela Prefeitura do Rio de Janeiro (proprietária do Maracanã), que acabou por dar o nome ao Torneio. O curioso é que, apesar de se chamar "Torneio Internacional de Campeões - Copa Rio", o torneio foi realizado em dois estados: Rio de Janeiro - com os jogos sendo realizados no Estádio do Maracanã e São Paulo, que sediou (nos dois torneios) os jogos do grupo do campeão paulista, no Estádio do Pacaembú. Foram realizadas apenas duas edições: 1951 e 1952.

Em 1951, teve autorização "comprovada" da FIFA que, inclusive enviou o Secretário-Geral da entidade, o Sr. Ottorino Barassi, para acompanhar o torneio e entregar a Taça ao campeão Palmeiras que bateu a Juventus, de Turim-Itália, nos jogos finais (1x0 e 2x2).

Este torneio foi reconhecido pela FIFA, em 30 de março de 2007, como o Primeiro Mundial de Clubes sendo, posteriormente, retirado o título de "reconhecimento de mundial" no dia 15 de dezembro de 2007. Veja a noticia.

Em novembro de 2014, o Ministro do Esporte Aldo Rebelo recebeu uma carta da FIFA com a confirmação de que o Palmeiras é o 1° campeão mundial. No encerramento da carta, Valcke afirma que “além de garantir uma excelente organização do evento, o Brasil também pôde, orgulhosamente, ver o clube brasileiro Palmeiras vencer a final do campeonato contra o Juventus”.

Em 1952, a competição foi antecipada a pedido da equipe do Fluminense, como forma de comemorar os seus cinquenta anos, pois estava marcada para 1953. O tricolor carioca bateu o Corinthians por 2x0 no primeiro jogo final e, empatou o segundo por 2x2 garantindo o título.

O Reconhecimento da FIFA

Desde 2001, o Palmeiras tentava junto a entidade máxima do futebol, a homologação do título conquistado em 1951, como Campeonato Mundial. Neste ano (2001) o Verdão enviou um dossiê à FIFA, com vários documentos, fotos e jornais da época com entrevistas de Ottorino Barassi endossando a competição. Fato analizado por mais de 05 anos pela FIFA, que não teve como contestar o pedido do Palmeiras. Mas, posteriormente, este titulo foi retirado no dia 15 de dezembro de 2007. Veja a noticia; em novembro de 2014 foi novamente confirmado o titulo palmeirense. Veja a noticia do Ministerio dos Esportes.

Também em 2001, o Fluminense enviou pedido de homologação do titulo de 1952, porém o Comitê Executivo da FIFA, em 15 de dezembro de 2007, aprovou uma série de decisões definitivas em seu Programa de Competições. Entre elas, a não oficialização da competição pela FIFA como mundial, frustrando as expectativas.


Ano Campeão Vice Final
1951 Palmeiras/BRA Juventus/ITA 1x0 e 2x2
1952 Fluminense/BRA Corinthians/BRA 2x0 e 2x2


Fonte: Arquivo www.campeoesdofutebol.com.br e www.fifa.com
Pàgina adicionada em Abril/2007 - atualizada em 22 de fevereiro de 2015.
Pesquisas de Sidney Barbosa da Silva, com colaboração de Ramón Aguilera da Costa Martins.

 

 

Pesquisa personalizada

 

 

Livros Digitais Campeões do Futebol

Ir ao Topo