HISTÓRIA DO CORINTHIAN DE LONDRES


Corinthian FCCORINTHIAN FOOTBALL CLUB
Fundado em 16 de dezembro de 1882
Extinto em 1939 para fundir-se ao Casuals FC
Endereço: Londres - Inglaterra
Site oficial após a fusão: www.corinthian-casuals.com


Casuals FC Corinthian Casuals FC Corinthians Paulista   + Clubes

       

"Eu me lembro como eles caminharam para o campo, impecável em suas camisas brancas e shorts escuros. Suas mãos em seus bolsos, mangas pendurado. Entanto, havia sobre eles um ar de grandeza casual, uma altivez que não era ainda altivo, que parecia intangível. E como eles jogaram! " - Um jogador austríaco após uma partida do Corinthian em Viena.

Norman Jackson, fundador do Corinthian TeamFundado em 1882 por Norman Jackson (foto ao lado, de 1905), então secretário adjunto da Associação de Futebol, após uma série de maus resultados da seleção da Inglêsa.

"O Corinthian foi fundado sobretudo porque Jackson e alguns de seus contemporâneos estavam completamente desanimados com as atuações da Inglaterra contra a Escócia nos dez anos seguintes ao primeiro jogo internacional, em 1872", explicou o historiador Dil Porter, da Universidade De Montfort, em documentário da rede de televisão britânica BBC. "A Escócia era absoluta nessas partidas, e Jackson achava que a razão estava no fato de a equipe ser formada majoritariamente por jogadores de um mesmo clube amador, o Queens Park. Ele imaginou que, se conseguisse reunir em um time os melhores jogadores de futebol amador da Inglaterra, para jogarem juntos de maneira mais frequente, eles teriam chances muito maiores de vencer os escoceses."

À época o Corinthian reuniu muitos dos jogadores universitários que não tinham oportunidades na seleção, tendo como maior objetivo, desenvolver um esquadrão capaz de desafiar a supremacia do futebol nacional escocês, além dos escoceses do Queen's Park Rangers.

A Inglaterra de fato melhorou seu desempenho, e mais de cem jogadores do Corinthian foram convocados para defender as cores nacionais ao longo dos anos. Em uma partida em especial, fora de casa contra o País de Gales, em 1894, atletas do clube londrino formaram a seleção inteira e venceram por 5 a 1. A estreita relação do Corinthian com o selecionado inglês durou até 1937, quando Bernard Joy se tornou o último amador a vestir o uniforme do país.

Nos primeiros anos, a equipe jogou apenas partidas amistosas, muitas vezes contra outros clubes amadores e em torno de Londres. Suas "regras estatutárias" originais impediam a equipe de competir em competições oficiais, Copa ou Prêmio de qualqer natureza, mantendo o clube fora da Liga de Futebol e da competição inglesa mais famosa, a Copa da Inglaterra, apesar de terem um conjunto de qualidade, derrotando equipes que haviam conquistado a taça.

Por volta da virada do século (1897), começou a excursionar pelo exterior, com o intuito da popularização do futebol, defendendo os valores amadores e o fair play - muitas vezes em contraste com o profissionalismo crescente que o futebol estava experimentando.

Em 1900, porém, a equipe quebrou esta regra, participando e vencendo a Copa de Caridade "Sheriff of London Shield", e que na época reunia o melhor clube amador e profissional da Inglaterra. O adversário foi o poderoso Aston Villa, que havia vencido quatro dos últimos cinco campeonatos profissionais de futebol na Inglaterra e é, até hoje, um dos clubes mais importantes e populares do país. Outros resultados expressivos do Corinthian em seu auge foram as vitórias ante os então campeões da FA CUP Blackburn Rovers, em 1884, por 8 a 1, e Derby County, em 1903, por 10 a 3. Em 1904 o Corinthian venceu o hoje poderoso Manchester United por 11 a 3, até hoje, a maior derrota dos "reds".

Equipe que iniciou uma excursão pelo mundo em Dez/1896 até meados de 1897
O Corinthian de Londres 1896/1897

Não à toa, o Corinthian inicialmente se recusou a aderir à principal liga inglesa da época e à Copa da Inglaterra. Apenas em 1923, mais de 40 anos depois de sua fundação, concordou em renunciar a seus tradicionais preceitos para enfim participar desta competição, ainda que fosse um torneio que não tivesse propósitos beneficentes. Estreou na Copa da Inglaterra em 13 de janeiro empatando em 1 a 1 com o Brighton & Hove Albion. No jogo de volta, realizado em Crystal Palace, novo empate por um gol, e vaga para o adversário.

Após a Primeira Guerra Mundial, o clube foi menos sucedido em termos de resultados positivos. O tempo foi passando e as vitórias continuaram a diminuir, assim, em 1939, às vésperas da Segunda Guerra Mundial, o Corinthians fundiu-se ao Casuals Football Club, também de Londres. Desde então jogou apenas na Liga Amadora.

Penalidades e profissionalismo rejeitados

Tão caros eram os princípios morais para a filosofia esportiva do Corinthian que algumas de suas práticas hoje parecem cômicas e pertencentes a outra época. Se, por exemplo, seu adversário perdesse um jogador por lesão ou expulsão, a equipe imediata e voluntariamente tratava de tirar de campo um de seus homens para manter a justiça e o equilíbrio da partida. Ainda mais surpreendente era sua firme recusa em fazer gols de pênalti. Sempre que tinha uma cobrança a seu favor, o time simplesmente tocava a bola para o goleiro rival, convencido de que ninguém jamais tentaria obter uma vantagem desonesta derrubando deliberadamente um adversário. Pênaltis, na visão do Corinthian, não eram "dignos de cavalheiros".

Tampouco existia a possibilidade de se discutir com o árbitro para um clube tão apegado a seu estrito código moral. Um dos fundadores do Corinthian, N. Lane Jackson, escreveu em sua autobiografia que um jogador de futebol deveria ser "capaz de controlar sua raiva, ter uma conduta atenciosa para com seus semelhantes, não obter vantagem indevida, sentir-se ofendido com qualquer suspeita de trapaça e manter-se imperturbável diante das decepções." A aversão de Jackson a toda e qualquer forma de desonestidade e sua dura disciplina eram comparáveis apenas à oposição que ele nutria pelo profissionalismo.

Títulos do Corinthian de Londres

A Sheriff of London (em portugês, o Xerife de Londres), reunia a melhor equipe amadora versus a melhor equipe de profissionais em Londres. Foi disputada de 1898 a 1907, ficando ausente apenas no ano de 1899.

Em 1931 voltou a ser disputada até 1934, com o Corinthian sendo o representante de melhor equipe amadora. Depois de mais de 30 anos sem o troféu ser posto a prova, retornou nos anos de 1965 e 1966 - período em que o clube já havia feito a fusão com o Casuals FC. Sem nenhuma surpresa, acabou por disputar estas duas edições, agora como Corinthian Casual FC.

O Corinthian conquistou a Sheriff of London (Dewar) Charity Shield em 1898, 1900 e 1904

Final de 1898: Corinthian 0 x 1 Sheffield United
A equipe do Sheffield United se recusou a jogar o extra-tempo, pois se sentiram prejudicados pela arbitragem.

Final de 1900: Corinthian 2 x 1 Aston Villa

Final de 1904: Corinthian 10 x 3 Bury

Equipe do Corinthian que jogou a final com o Bury, em 5 de março de 1904
O Corinthian em 1904 contra o Bury

O Sport Club Corinthians Paulista, time com uma das maiores torcidas do Brasil, foi inspirado no clube inglês, que esteve pela primeira vez, em terras canarinhas, no ano de 1910. Veja a matéria O Corinthian Inglês no Brasil.

Em 05 de junho de 1988, o Corinthian Casuals veio ao Brasil para uma uma partida histórica. Enfrentou uma geração de craques do "filho" Corinthians Paulista pela primeira vez. Veja a história desta partida.


Pesquisas realizadas por Sidney Barbosa da Silva
Fonte: Sports Around the World: History, Culture, and Practice (pág. 60), editado por John Nauright e Charles Parrish; Arquivo www.campeoesdofutebol.com.br; www.fifa.com.
Página adicionada em 01 de janeiro de 2013.

 

Shopping Campeões do Futebol

Ir ao Topo