Campeões do Futebol
Pesquisa personalizada
Adiione seu site, é GRÁTIS

HISTÓRIA DO PRIMEIRO GRE-NAL

Obs. Foi mantida a matéria original com ortografia da época da publicação.

  História do Grêmio          História do Internacional               + ESPECIAIS     + FUT-GAUCHO
Matéria do Almanaque Esportivo do Rio Grande do Sul de 1952

Uma Reunião Histórica

A diretoria do Grêmio estava reunida em sua sede, em 21 de junho de 1909, com a presença dos diretores Augusto Koch, Alvaro Brochado, Guilherme Kallfelz e Julio Grunewald, quando ali compareceu uma comissão do Internacional. Foi recebida cordialmente a turma do novel clube, que era composta de Antenor Lemos, Juvenalino Cesar, Tomaz madeira Poppe, Pallet e capitão Alcides Ortiz, este presidente honorário do novel clube.

Era singular esse título, pois que o clube ainda não havia jogado em match e contava pouco mais de dois meses de vida. desde logo, foi exposto pelo capitão Ortiz o que segue: o Internacional procurava o Grêmio, como a sociedade mais antiga, de mais prestígio e de grande conceito, para solicitar que realizasse um jogo com o Internacional. Este embate não seria "oficial". Mas visava tornar conhecido o novo clube, e ao mesmo tempo desenvolver o foot-ball em nossa cidade.

O presidente do Grêmio, Augusto Koch, em breves palavras, declarou que seu clube acedia de bom grado a realizar um jogo amistoso. Estava o clube dos Moinhos de vento de portas abertas para lutar pela divulgação do esporte que motivou sua fundação. E assim nasceu o Gre-Nal.

Os seus fundadores foram os que acima mencionados, especialmente o capitão Alcides ortiz, presidente honorário do Internacional e o major Augusto Koch, presidente honorário e efetivo do Grêmio.

Os Preparativos

Na mesma reunião foi marcada a data de 18 de julho, no "terreno" do Grêmio, e resolvido convidar o sr. Feodor Jacobi para juiz.

Depois o sr. Poppe declarou aos presentes que seu nome era Tomaz Madeira Poppe, redator do Estado de São Paulo, tendo colocado as colunas dêsse jornal bandeirante ao dispor do Grêmio.

Gesto Magnanimo

No ano de 1909 ainda não se cobrava entradas para os jogos de foot-ball. E depois do jogo sempre havia um baile. Portanto, havia despesas. Os membros do Internacional se prontificaram desde logo a pagar as despesas.

Mas, estavam à frente do Grêmio figuras apostolares do foot-ball porto-alegrense, e Augusto Koch desde logo disse que o Internacional era convidado de honra no reduto tricolor. Que não sómente o Grêmio pagaria todas as despesas, como também convidaria sócios e pessoas de destaque da sociedade metropolitana para comemorarem a festa.

O Grande Dia

Em 18 de julho de 1909 a Baixada movimentou-se cedo. Cavalheiros e damas ali se reuniram. O jogo era sensacional e uma novidade. O Internacional seria lançado. O seu debut foi precedido de grande barulho. Diziam que o quadro alvi-rubro, denominação que lhe serviu por muitos anos, estava em grande forma, e que combinava muito bem. Havia nele juventude e nisso ia remoques a diversos players tricolores, alguns ainda ostentando barbas venerandas.

O público, em alas, recebeu os dois quadros. Entraram pela borboleta do portão do lado dos Atiradores. Na frente, os presidentes de honra dos dois clubes, depois o juiz, acompanhado dos auxiliares, ou sejam juizes de linha e de goal. Depois os players. Os gremistas com seu fardamento, mod~elo inglês, e os internacionalistas com o de modêlo italiano.

O jogo foi iniciado depois de sorteado o "toss". O Internacional, favorecido, escolheu o goal dos Atiradores. O Grêmio iniciou a peleja. E dominou sempre. Sómente duas vezes o Internacional conseguiu chegar até o reduto gremista, em todo o match. E no final recebeu a maior goleada de sua história. Um 10 x 0 clavado...

Os quadros estavam assim formados:
GRÊMIO: Callfez, Deppermann e Becker; Carls, Black e Mostardeiro; Brochado, Moreira, Booth, Schroeder e Grunhewald.
INTERNACIONAL: Poppe II, Portela e Simoni; Vinholes, Pires e Weternich; Poppe I, Horacio, Cesar, Mendonça e Carvalho.

Após a peleja que marcou o inicio da serie de Gre-Nais, os quadros formaram para a saída, dirigindo-se para o Tiro Alemão, onde realizou-se um grande baile.

E a História Continua

No ano fecundo de 1909, ou seja, o sexto desde a fundação do foot-ball portoalegrense, nasceu o Gre-Nal. Com pompa. Com gestos elegantes e puramente desportistas. Com baile e goleada. Hoje, já se realizaram inúmeros embates entre Grêmio e o clube que a gloriosa sociedade das três cores lançou em 18 de julho de 1909.
Veja também » Listagem de todos os jogos entre Grêmio x Internacional
  História do Grêmio          História do Internacional               + ESPECIAIS     + FUT-GAUCHO
Fonte: Almanaque Esportivo do Rio Grande do Sul de 1952
Pesquisas de Sidney Barbosa da Silva
Página adicionada em 16 de outubro de 2009.
  CAMPEÕES   ESPECIAIS
  + ESPECIAIS   + FUTEBOL
Livros digitais Campeões do Futebol História do America de Recife (PE)
   Home      Historiadores      Blog Campeões      Loja Campeões
  Arquivo Campeões do Futebol - Desde 2005 | Desenvolvido e mantido por Sidney Barbosa da Silva | Hospedagem SBSites Brasil
 
  * Permitido a reprodução de todo conteúdo desde que citada a fonte e o Autor/Pesquisador