AS PRIMEIRAS PARTIDAS DE FUTEBOL EM SOLO BRASILEIRO


A Primeira Partida Oficial Pioneirismos no Fut-Brasileiro    + ESPECIAIS

       

Qual foi a primeira partida de futebol no Brasil?

Questão extremamente polêmica. A história oficial gosta de registrar como sendo a partida entre dois times de funcionários de companhias inglesas, em 14.04.1895, na Várzea do Carmo, em São Paulo. Nessa partida, o The São Paulo Railway Team bateu o The Gas Works Team por 4x2. No entanto, há registros de que o futebol já foi praticado antes aqui no Brasil.

Marinheiros

Há notícias de que, desde 1864, marinheiros ingleses, franceses e holandeses, de navios de guerra e mercantes, quando ancoravam nos nossos portos aproveitavam para jogar futebol. Conta que, no Rio de Janeiro, uma partida foi disputada nas areias da Glória, em 1874, e outra foi jogada por tripulantes do navio inglês Criméia, diante da residência da Princesa Isabel, nas Laranjeiras, em 1878.

Fato é que, nesses casos, terminada a partida, os jogadores iam embora com bola e tudo. Não era plantada a semente do jogo na população local.

Colégios

Fala-se da introdução do futebol pelos jesuítas no Colégio São Luís, em Itu (SP), por volta de 1872 e 1873. José Moraes dos Santos Neto também menciona a prática do futebol em outros colégios jesuítas, bem como no Ginásio Nacional (atual Colégio D. Pedro II).

Gabriel Kopke Fróes (apud Paulo Ferreira) dizia que, em 1882, já se jogava futebol no Colégio Paixão, de Petrópolis (RJ). Loris Baena Cunha diz que, em 1893, o futebol era praticado em colégio de frades capuchinhos em Nova Friburgo (RJ) e outros colégios religiosos no Rio Grande do Sul. Roberto Mércio, citando outras fontes, também faz referência à prática do futebol no Colégio Anchieta, em Friburgo, desde 1886, bem como em colégios maristas gaúchos.

Ferroviários

Suspeita-se que, por influência de funcionários ingleses, eram organizados jogos improvisados e sem definição clara das regras, antes de 1895. P.ex., consta que, em 1882, um tal de Mr. Hugh teria introduzido o jogo em Jundiaí, entre ferroviários ingleses e brasileiros da São Paulo Railway. E que, entre 1875 e 1876, no campo da rua Paissandu, no Rio de Janeiro, funcionários da Leopoldina Railway e de bancos ingleses teriam jogado uma partida, liderados por um tal de Mr. John.

Entre os indícios que ficaram da prática do futebol entre ferroviários, há um estudo para construção da Vila Martin Smith (depois Paranapiacaba), da década de 1890, com espaço reservado para um “foot ball ground”.

Santana do Livramento

Segundo José Nunes Orcelli, há registros de partidas de futebol jogadas na cidade de Santana do Livramento (RS), entre 1889 e 1890. O grupo de jogadores teria sido o embrião do EC 14 de Julho, fundado em 14.07.1902.

Pará

Pesquisadores paraenses reivindicam a primazia da introdução do futebol no Brasil para aquele estado. Dizem eles que, se é verdade que partidas já eram disputadas com freqüência em 1896, na Praça Batista Campos, em Belém, é de se imaginar que foi introduzido anos antes, pois havia necessidade de tempo para que o jogo e suas regras fossem assimilados pelos brasileiros. De acordo com essa linha de raciocínio, o futebol teria sido introduzido no Brasil em 1892, por sócios do Club de Esgryma, que batiam bola na frente da sede, no Largo de Nazaré, em Belém. Loris Baena Cunha vai mais longe: fala em jogos de funcionários ingleses da Amazon Steam Navigation Company Ltd., da Parah Gaz Company e da Western Telegraph já em 1890.

Bangu

Segundo Carlos Molinari, o futebol já era jogado em Bangu desde abril de 1894, por iniciativa de Thomas Donohoe, um escocês contratado pela Companhia Progresso Industrial que era apaixonado pelo jogo e trouxe, da Inglaterra, uma bola de couro, uma bomba e alguns pares de chuteiras.

Ou seja, Charles Miller, o primeiro divulgador e incentivador do football association no Brasil, foi aqui pioneiro em introduzir a prática do futebol organizada em forma de clube. O que não é pouco, pois foi o introdutor de um novo estilo de lazer que, alavancado pela estrutura clubística, acabou se transformando na manifestação cultural hegemônica que conhecemos hoje em dia como: futebol brasileiro. Mas tudo indica que, ao contrário do que diz a história oficial, não foi o introdutor do futebol no país.

Aliás, como não temos as escalações dos times que jogaram antes, parece que é de Charles Miller o primeiro apelido de jogador de futebol no Brasil: “Nipper”, apelido que trouxe da Inglaterra e que significava moleque veloz e ágil.


Página adicionada em 04 de abril de 2010.
Fontes de pesquisas utilizadas pelo autor (Laércio Becker - Email: laerciobecker(at)hotmail.com):

 

Pesquisa personalizada

Shopping Campeões do Futebol

Ir ao Topo