Arquivo
  Especiais
  + Futebol
   PERFIL                                                                                         + Artigos
Cafeína e Futebol
 
Publicado em 03 de maio de 2011            Por Giovana Guido *
Cafeína e Futebol
Os jogadores de futebol, muitas vezes, recorrem a substâncias e/ou suplementos para melhorar seu desempenho em campo e a cafeína é uma delas. Porém, assim como qualquer outra substância, ela possui seus riscos e benefícios.

Veja o que a cafeína pode fazer por um jogador de futebol:

 
BENEFÍCIOS » De forma geral, a cafeína ajuda a diminuir a fadiga, o cansaço/preguiça, estimular o sistema nervoso central, aumentar mobilização e queima de gordura, melhorar a contratilidade muscular e diminuir a percepção do esforço (o atleta fica mais resistente);

RISCOS » A cafeína pode causar efeitos colaterais em pessoas mais sensíveis, que são: insônia, dor de cabeça, irritação no estômago e intestino e efeito diurético. Em doses muito elevadas, pode causar desidratação, diarréia, tremores e prejuízos na coordenação;

NA PRÁTICA » Alguns estudos comprovaram que a cafeína possui um efeito benéfico para jogadores de futebol ao ser capaz de aumentar o tempo de exercício, pico da potência, capacidade de executar sprints (tiros), condução de bola e acurária dos passes, porém, no teste de agilidade, não houve muita melhora;
 

FUTEBOL BRASILEIRO » Um estudo realizado aqui no Brasil em 2009 por Guttierres et. al., verificou que os jogadores que consumiram cafeína antes do jogo foram capazes de melhorar a altura atingida no salto vertical, mesmo após o desgaste de uma partida de 90 minutos e também melhoraram a potência de membros inferiores, mais para o grupo que consumiu bebidas com cafeína do que para o grupo que consumiu bebidas só com carboidratos. Essa ação positiva que a cafeína causou na potência dos membros inferiores é importante, afinal, nos momentos finais da partida, os jogadores já estão cansados, fadigados e muitas vezes precisam realizar um gol decisivo.

COMO TOMAR? O pico da cafeína se dá 1 hora após sua ingestão (ou seja, tomar de 50 -60 minutos antes do exercício), e as doses variam de 1-5mg por quilo de peso. O ideal é começar com uma dose pequena e aumentar aos poucos. Não é indicado ultrapassar 6mg por kg/dia. Leia o rótulo dos produtos ou tome em cápsulas para ter noção das quantidades ingeridas.

ATENÇÃO! Não tome cafeína se você:

» For hipertenso (pressão arterial alta);

» Tiver algum distúrbio cardíaco (arritmia, má-formação, etc.);

» For ansioso demais;

» Tiver insônia;

» For agitado ou muito preocupado;

» Tiver úlcera ou gastrite;

» Tiver anemia instalada ou pré-disposição para (a cafeína diminui absorção de ferro).

Bons treinos!

Share |
REFERÊNCIAS:

BIESEK, Simone; GUERRA, Isabela, ALVES, Letícia Azen. Estratégias de nutrição e suplementação no esporte. Editora Manole, 2005.
BARROS, Turíbio L, GUERRA, Isabela. Ciência do futebol. Editora Manole, 2004.
GUTTIERRES, Ana Paula M., NATALI, Antônio J., ALFENAS, Rita de Cássia G., MARINS, João Carlos B. Efeito ergogênico de uma bebida esportiva cafeinada sobre a performance em testes de habilidades específicas do futebol. Rev. Bras. Med. Esporte – vol. 15, n.º 6, 2009.

(*) Giovana Guido (CRN3 21630) , Nutricionista graduada pela Universidade São Judas Tadeu, com especialização em Nutrição Clínica pela Universidade Gama Filho e atualmente cursando Nutrição Esportiva também pela Gama Filho.
Blog: http://nutricionistagiovanaguido.wordpress.com
   PERFIL                                                                                         + Artigos
Pesquisa personalizada
Arquivo Campeões do Futebol - www.campeoesdofutebol.com.br - Desenvolvido e mantido por Sidney Barbosa da Silva - Desde 2005
* Permitido a reprodução de todo conteúdo desde que citada a fonte e o Autor/Pesquisador