HISTÓRIA DO FUTEBOL TOCANTINENSE


Federação Tocantinense de FutebolFEDERAÇÃO TOCANTINENSE DE FUTEBOL
Fundada em 07 de abril de 1990
Endereço: 906 Sul Alameda 12 Lote 36 Plana Diretor Sul, Palmas - TO
Site oficial: www.ftf.org.br


História 1ª Divisão Artilharia 1ª Divisão 2ª Divisão Copa Tocantins Outras Competições Arquivo    ₊ ESTADUAIS

       

Do sonho ao futebol profissional

A Federação Tocantinense de Futebol (FTF), surgiu em 1993, é o mais novo Estadual do Brasil, já que o Estado do Tocantins foi criado apenas em 1988, a partir do desmembramento do Estado de Goiás.

1993

Em fevereiro de 1993, o então deputado federal Leomar Quintanilha, empenhado em consolidar o futebol do estado, viajou para o Rio de Janeiro com o objetivo de viabilizar a concretização de um grande sonho, o de profissionalizar o futebol tocantinense. O resultado da viagem não poderia ter sido melhor. A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) confirmou a profissionalização do futebol tocantinense e anunciou a participação de equipes do estado nas competições nacionais por ela promovidas.

No mês de março, a FTF realizou um congresso, para o qual convidou todas as pessoas do estado direta ou indiretamente ligadas ao futebol. No evento deu-se a ênfase à alvissareira notícia de profissionalização e iniciou-se o processo de definição de eventos, a serem promovidos pela federação. Na oportunidade foram traçadas os planos para a realização do I Campeonato Estadual Profissional e de Campeonatos Estaduais Amador, Junior e Feminino.

Em abril a cidade de Tocantinópolis, teve início o I Campeonato Estadual profissional, com o jogo entre o TEC e o Miracema. O TEC venceu a equipe adversária por 4 x 1. Ainda em abril registrou-se a participação do União Atlética Araguainense e do Tocantinópolis na Loteria Esportiva do certo ou Errado da Caixa Econômica Federal.

O presidente da FTF, Leomar Quintanilha, foi convidado pela CBF para chefiar a delegação do Brasil no Mundial de Juniores da Austrália. Naquele Mundial, o Brasil sagrou-se campeão, o que elevou o prestígio do Tocantins junto à entidade nacional.

Já no mês de outubro, a equipe do Tocantinópolis viajou para Goiás para disputar três partidas válidas pelo campeonato Brasileiro da Segunda Divisão. Os resultados foram: TEC 2 x 1 Atlético Goianense, TEC 1 x 1 Vila Nova (GO) e TEC 0 x 0 Goiatuba.

Em dezembro, o Kaburé, de Colinas venceu o Intercap (Paraíso), na prorrogação conquistando a Copa Tocantins.

1994

Em fevereiro, a FTF instalou sua sede na Capital do estado, criando, desta forma, maior facilidade de integração com os clubes.

No mês de março, a FTF realizou o II Congresso de Futebol Tocantinense. Ainda em março, um dos dirigentes da FTF assumiu a presidência, através de liminar, que o colocou no cargo por 14 dias.

Em abril, o Tribunal de Justiça cassou a liminar concedida e Quintanilha foi reconduzido ao cargo com vitória de 17 x 7 sobre o oponente e realizou o 2° Congresso de Futebol Tocantinense.

1995

No mês de março, a equipe do Kaburé estreou na Copa do Brasil jogando contra o Flamengo, em Colinas, no estádio Bigodão. A equipe tocantinense perdeu por 1 x 0. Já no jogo de volta disputado no Rio de Janeiro, o Kaburé foi goleado pelo placar de 8 x 0.

Em agosto, quatro equipes do Estado, Gurupi, Intercap, Kaburé e União Atlética Araguainense, participaram do Campeonato Brasileiro da Série C.

Em setembro, iniciou-se a Copa Sudeste, porém, o fato que mais marcou o ano foi a presença do ministro extraordinário do Esporte, Edson Arantes do Nascimento, Pelé, na abertura do Torneio de Integração, em Gurupi.

1996

Em fevereiro, a equipe do União Atlética Aragauinense participou da Copa do Brasil. Na estréia, o time tocantinense venceu o campeão goiano, o Vila Nova por 2 x 1. Mas foi eliminado, ainda na primeira fase da competição.

1997

O Kaburé estreou na Copa do Brasil

Jogando contra o vice-campeão Brasileiro de 1996, a Portuguesa de Desportos. No jogo de ida houve empate por 1 x 1, no estádio Bigodão, em Colinas. Na partida de volta disputada no estádio do Canindé, em São Paulo, a Portuguesa venceu por 8 x 0.

Em setembro, as equipes do palmas e do Tocantinópolis participaram do campeonato Brasileiro da Série C contra o Brasília e a Ceilandense, ambas do Distrito Federal.

Em outubro, durante um evento festivo em Palmas, vários presidentes de clubes profissionais e amadores, assim como desportistas diversos, entregaram à Quintanilha um manifesto de apoio à sua reeleição para o quadriênio 1998/2002.

Em dezembro, ocorreram as eleições para a presidência da FTF, oportunidade em que o Senador Leomar Quintanilha foi reconduzido ao cargo por aclamação. Registrou-se na oportunidade, as honrosas presenças do Governador Siqueira Campos e do bicampeão Mundial Nilton Santos.

1998

Em janeiro, o senador Leomar Quintanilha foi reempossado para mais um mandato à frente da Federação Tocantinense de Futebol (FTF).

Em outubro, o presidente Leomar Quintanilha chefiou a delegação Brasileira principal em amistoso contra o Equador, na cidade de Washington (EUA). Na oportunidade o selecionado brasileiro venceu por 6 x 0 a equipe equatoriana.

Em novembro, a FTF realizou torneio amistoso entre parlamentares, jornalistas e membros da própria entidade. A equipe da Organização Jaime Câmara foi a campeã.

1999

Em janeiro, o presidente da FTF, Leomar Quintanilha participou na CBF da definição da Copa Centro-Oeste, configurando-se em mais uma importante conquista do futebol tocantinense. O Interporto participou da Copa do Brasil e da recém criada Copa Centro-Oeste.

No mês de março, durante reunião do Conselho Técnico com representantes dos clubes profissionais, em comum acordo com o dirigentes, resolveu unificar a Copa Tocantins e Campeonato Tocantinense, ocasião em que também foi criado o Campeonato Estadual Sub-20, do qual sagrouse- campeã a equipe do Tocantinópolis.

Em novembro, o presidente Leomar Quintanilha foi a Porto Nacional para acompanhar a visita do vice-presidente do Vasco da Gama, o deputado federal Eurico Miranda à cidade. Na oportunidade, o dirigente carioca anunciou apoio às escolinhas de futebol de Porto Nacional, em convênio com o Interporto. Desta forma atendendo proposta do deputado federal Paulo Mourão (PSDB/TO). Ainda em novembro, Quintanilha viajou ao Rio de Janeiro em companhia do Secretário de Esporte do Estado, Jayme Lourenço, e do presidente do Palmas, Manoel de Jesus para tentar viabilizar um convênio entre o Flamengo e o Palmas.

No mês de dezembro, a FTF anunciou a participação do Tocantinópolis na XXVI edição da Copa São Paulo de Juniores.


Fontes: Arquivo www.campeoesdofutebol.com.br; e Federação Tocantinense de Futebol
Pesquisas de Sidney Barbosa da Silva
Página adicionada em 11 de março de 2010.

 

Pesquisa personalizada

Livros Digitais Campeões do Futebol

Ir ao Topo