História do Sport (PE)


Sport RecifeSPORT CLUB DO RECIFE
Fundado em 13 de maio de 1905
Endereço: Rua Sport Club do Recife, S/N
Madalena - Recife/PE - CEP: 50750-560
Estádio Adelmar Costa Carvalho, a Ilha do Retiro
Site: www.sportrecife.com.br


HistÓria Titulos Hino Simbolos Públicos Arquivo + Clubes

       

Guilherme de Aquino FonsecaA Fundação

O Sport Club do Recife foi fundado em 13 de maio de 1905, ás 12 horas, no salão da Associação dos Empregados do Comércio do Recife, gentilmente cedida pela sua diretoria.

Tudo começo quando Guilherme de Aquino Fonseca (foto ao lado) voltou dos seus estudos na Universidade de Cambridge, Inglaterra, no ano de 1903, onde se formou engenheiro.

Apaixonado pelo novo esporte, Guilherme trouxe do velho mundo, o primeiro uniforme com as cores do time daquela tradicional Universidade, com a intenção de fundar um clube de futebol. Com suas economias, o jovem Guilherme comprou bolas, camisas, apitos e pares de botas especiais, precursoras das chuteiras e mandou fazer cópias das regras da Foot-Ball Association.

Durante quase dois anos, Guilherme reuniu-se com amigos e passou a debater o propósito da fundação de um clube. O sonho se realizou em 13 de maio de 1905, quando foram lidos os estatutos e formada a primeira diretoria eleita, tendo como presidente o Sr. Boaventura Alves Pinto. O cargo de 1° secretário ficou com Elysyio Alberto Silveira Sobrinho; Paulo Mirando foi eleito o 2° secretário.

No total, 33 pessoas assinaram a Ata de Fundação, são eles: Boaventura Alves Pinho, Paulino Miranda, Guilherme de Aquino Fonseca, Alberto Bandeira de Melo, Frederico Rufilo d'Oliveira, Joaquim da Silva Pereira, Augusto Pereira d'Oliveira, Oscar Gonçalves Torres, Guilherme Rodrigues da Silva, Alberto Teixeira Saraiva, Análio de Mello Resende, Carlos de Mello Resende, Sélvio Nery da Fonseca, Osvaldo Nery da Fonseca, Augusto Brandão da Rocha, João da Silva Regadas, Oscar Arthur dos Santos, Carlos D. Von Sohsten, Arthur Nogueira Lima, Albino Pereira Magalhães, Delphim d'Azevedo Palmeira, Eduardo da Silva Coelho, Vicente da Silva, Carlos Menezes, Raymundo C. da Silva Cassundé, Francisco Caracciolo Mages Coelho, Joaquim Loureiro, Augusto G. Fernandes Júnior, Francisco José de Mello, Oscar Amorim, Alberto Amorim, Mário Sette, Elysio Alberto Silveira Sobrinho.

A primeira partida
O Jornal Diário de Pernambuco, de 24 de junho de 1905, estampou em suas páginas o feito, que dizia: "Esteve bastante concorrida a festa de inauguração deste club, comparecendo crescido número de senhoritas e cavalheiros. Constou o festival de uma partida de footboll em que tomaram parte sócios do Sport Club e do English Eleven. A partida foi bem jogada de ambas as partes, havendo um empate. Felicitamos a diretoria do Sport Club pela vitória alcançada, pois sendo uma sociedade nova, não se deixou vencer pelo English Eleven". Nesta partida histórica, o Sport formou com: L. F. Lathan; L. Parrot e E. Nosworthy; A. G. Silva, Colander e Ramiro; Guilherme Fonseca, Coimbra, Alberto Amorim, J. Gonçalves e Torquatro Gonçalves.

As primeiras conquistas
O Sport disputaria seu primeiro campeonato pernambucano em 1916. O campeonato foi disputado em dois grupos, com um total de 09 participantes, em jogos de ida e volta dentro do próprio grupo (O Sport participou do Grupo B, com mais 03 clubes).

O Sport estreou no dia 21 de maio contra o Náutico, perdendo por 4 a 1; no jogo de volta aplicou uma sonora goleada que entrou para a história; foi 8 a 0. Nos demais jogos venceu o Paulista (5x0 e 5x0) e Casa Forte (5x3 e 10x0), terminando esta fase empatado em número de pontos com seu rival até os dias atuais - o Náutico. Foi então marcado um jogo desempate, para decidir quem iria disputar a final com o Santa Cruz, vencedor do Grupo A - e deu Sport, 3 a 1. A grande final com o Santa Cruz foi realizada em 24 de dezembro, e o Sport sobrou em campo, venceu por 4 a 1, com gols de Mota (2), Asdrúbal e Vasconcelos. A equipe da final: Cavalcanti, Briant e Paulino; Town, Robson e Smerthurst; Asdrúbal, Mota, Anagam, Vasconcelos e Smith.

A criação do escudo
Em 1919, o Sport fez uma excursão interestadual, a primeira na história, em Belém/PA. Fez cinco jogos, dois contra um Combinado Remo-Paysandu, o primeiro deles em 23/03, empatando por 3 gols. No segundo jogo contra o combinado (03/04), o qual valia o Troféu Leão do Norte - venceu por 2 a 1, deixando incoformado a torcida paraense que quebrou a cauda do Leão, a partir deste fato foi gerado o escudo Rubro Negro com o Leão.

Ilha do Retiro Estádio / Sede
Em 29 de novembro de 1935, o Sport adquire sua sede, a Chácara da Ilha do Retiro por 53 contos de réis. Dois anos depois, em 04 de julho de 1937, inaugura o estádio da Ilha do Retiro. A festa de inauguração se deu em um amistoso contra o Santa Cruz, num jogo histórico de onze gols (Sport 6x5 Santa Cruz). O primeiro jogo oficial ocorreira uma semana depois, 11 de julho, pelo campeonato pernambucano, no empate por 2 gols com a equipe do Tramways. A ilha do Retiro viria a se tornar palco de uma partida pela Copa do Mundo de 1950: Chile 5x2 Estados Unidos, válida pela primeira fase. Anos depois, o estádio viria a se chamar Adelmar Costa Carvalho, em homenagem ao presidente campeão de 1955 e 1956.

Primeira excursão internacional
Em 1957, o Sport faz sua primeira excursão ao "Velho Mundo" - foram 17 partidas, com seis vitórias, três empates e oito derrotas, com 40 gols marcados e 60 sofridos.
Excursão Internacional do Sport em 1957

As maiores conquistas

Campeão Brasileiro de 1987
Após tumultuada decisão por pênaltis, em que terminou por 10x10, o título de 1987 do Módulo Amarelo, disputado entre Sport e Guarani foi dado ao Sport. Através de decisão do Conselho Arbitral da CBF e Clube dos 13 antes do campeonato, ficou acertado que a decisão do Título Brasileiro do ano sairia em partida decidida entre os campeões dos módulos Verde e Amarelo, e o torneio quase não começa exclusivamente por esta questão. Clubes tradicionais como Sport, Vitória-BA, Atlético-PR, Portuguesa-SP, Bangu-RJ, Guarani (então vice-campeão) e outros não aceitavam ficar de fora do Módulo Verde e por isso a proposta do Conselho foi aprovada por todos os clubes. No final, Flamengo e Internacional, o campeão e vice do Módulo Verde não quiseram disputar o título geral com Sport e Guarani e por isso perderam seus jogos por WO. Sport e Guarani fizeram assim os dois jogos finais, 1x1 em Campinas e 1x0, para o Sport, na Ilha do Retiro, em Recife. Apesar de muitos contestarem, o STJD e o órgão maior do futebol, a FIFA, consideram o Sport Campeão Brasileiro de 1987 e não o Flamengo, sagrado campeão do Módulo Verde. Veja mais » A polêmica de 1987.

A Copa do Brasil de 2008
A data histórica para o futebol do Nordeste é 11 de junho de 2008. Dia da primeira conquista de uma Copa do Brasil para a região. Foram 12 jogos, com 08 vitórias, 02 empates e 03 derrotas, estufando as redes adversárias por 24 vezes (média de 2 gols por jogo) e sofrendo 13.

Seu adversário, o Corinthians, estava confiante no título já que havia vencido a pimeira partida, em São Paulo, pelo placar de 3 a 1. Cabia ao Sport reverter o resultado - o que foi feito - com um misto de raça, técnica e muita vontade de seus jogadores, e um público de mais de 34 mil torcedores, o Rubro Negro fez o resultado ainda no primeiro tempo, com gols de Carlinhos Bala e Luciano Henrique, entrando para o seleto grupo de clubes que possuem os dois principais campeonatos do país - o campeonato brasileiro de 1987 e a Copa do Brasil de 2008.

2009 - O quarto título estadual invicto
O título estadual conquistado em 2009 foi o quarto vencido de forma invicta pelo Sport Club do Recife. Anteriormente o Leão já havia levantado a taça sem perder nos anos de 1917, 1941 e 1998.

Na campanha de 2009 a equipe rubronegra atuou 22 vezes e venceu 19 delas. Aconteceram apenas três empates, um dentro e dois fora de casa. Foram 53 gols a favor e 12 contra, o que resulta em um saldo de 41. O artilheiro da equipe foi o atacante Ciro, com 14 tentos assinalados.

Mascote do Sport RecifeO MASCOTE LÉO

O nome Leo foi escolhido por significar leão em latim. O mascote-símbolo do Sport foi criado, na década de 80, pelo chargista Humberto Araújo, desde então vem ilustrando as conquistas e momentos marcantes da história do clube.




CAMISAS
Camisa 1 do Sport Recife          Camisa 2 do Sport Recife
Camisa n° 1 - 2010 e Camisa n° 2 - 2010




Pesquisas realizadas por Sidney Barbosa da Silva
Fonte: Arquivo www.campeoesdofutebol.com.br e www.sportrecife.com.br.
Página adicionada em 05 de julho de 2008 - atualizada em 04/Outubro/2015.

 




Pesquisa personalizada






Ir ao Topo