+ Poesia e Futebol      

       

“Minha Gente...”

Uma Homenagem Póstuma deste poeta, ao Mestre Luiz Mendes ‘O Comentarista da Palavra Fácil’, falecido em 27 de outubro de 2011.

Luiz Mendes
Luiz Mendes esteve em 13 Copas do Mundo

Era assim que o nosso mestre iniciava as suas aulas.
Nos últimos sessenta anos, o Futebol, nos ensinou.
LUIZ MENDES. “O Comentarista da Palavra Fácil”.
No último dia vinte e sete de outubro, a sua voz calou.
Juntos com a sua viúva, seu filho, seus netos e bisneto.
Nós torcedores, os Rádios, a Televisão, órfãos estamos.
A crônica esportiva brasileira e mundial, esta de Luto.
Os comentários do MESTRE, nós não mais escutamos.

Gaucho nascido na cidade de Palmeira das Missões.
No Rio de Janeiro, aos oitenta e sete anos, faleceu.
Deixou um vazio no “Enquanto a Bola Não Rola”.
Nossa Crônica Esportiva, seu grande mestre, perdeu.
As nossas tardes de domingo já não são as mesmas.
Quando o nosso time entra em campo pra jogar.
Antes do jogo e no intervalo, os seus comentários.
Suas aulas de FUTEBOL, nós não vamos escutar.

“De Pelada ao Pelé”, no Globo Esportivo, contava.
Do mundo do Futebol, suas lembranças principais.
Sendo apaixonado torcedor do Grêmio e do Botafogo.
Os seus comentários continuavam sendo imparciais.
Na Rádio e na TV, sua história será sempre lembrada.
Das dezenove Copas FIFA, em dezesseis, você estava lá.
Em cinqüenta, você narrou com sua voz embargada.
Com aquele gol de Gigghia, que fez o Brasil se calar.

Depois, em cinqüenta e oito, você vibrou com o título.
Sempre repetindo: “Foi o Jogo que mais o Marcou.”
Nas rádios, seus comentários deixaram a sua marca.
Na TV, da primeira transmissão a cores, participou.
Mestre respeitado pelos gigantes da crônica esportiva.
João Saldanha, Nelson Rodrigues, Arnaldo Nogueira.
Juntos com você, da Mesa Redonda da TV, participaram.
Dando uma aula de futebol para a torcida brasileira.

É contando um pequeno pedaço desta sua bela história,
Que este Poeta desportista hoje quer lhe homenagear.
Lembrando a sua presença aqui no Estádio Frasqueirão.
Pela Globo, um jogo do meu ABC, você veio comentar.
Me junto a sua família, aos seus amigos e torcedores.
Pedindo a DEUS que lá no céu deixe você comentar.
No Campo do Céu, um jogo dos craques que se foram.
Tenho certeza que todos os Anjos e Santos vão gostar.

Que na Copa FIFA do Brasil, em dois mil catorze.
Suas aulas de futebol e seu espírito sejam lembrados.
Animando os craques convocados para nossa seleção.
Para que nosso Brasil conquiste este título sonhado.
Que sua vida, sua história, sua ética, sejam exemplo.
Aos jornalistas da Imprensa Esportiva do nosso País.
Que a nossa Copa seja iluminada pelo seu espírito.
No Maracanã, o titulo de Campeão, nos deixe feliz.


Autor: Poeta Cypriano Maribondo
Email: cmgtpoeta@yahoo.com.br
Página adicionada em 03/Novembro/2011.

 

 

Pesquisa personalizada

 

 

Livros Digitais Campeões do Futebol

Ir ao Topo