LEV YASHIN - "O ARANHA NEGRA"



Di Stéfano Pelé Rogério Ceni Raul Plassmann      + CRAQUES

       

"A alegria de ver Yuri Gagarin no espaço só é superada pela alegria de uma boa defesa de um pênalti", disse.

Yashin em ação

ESTATISTICAS
812 jogos na carreira
326 jogos pelo Dínamo de Moscou na liga soviética
78 jogos pela seleção nacional da extinta União Soviética
150 pênaltis defendidos
270 jogos sem levar gols
Equipes que defendeu:
Dínamo Moscou (1949-1971)
Seleção Soviética (1954-1970)

O Melhor goleiro da história

Yashin no DinamoLev Ivanowicz Yashin, também conhecido como Aranha Negra (na América do Sul) ou Pantera Negra (na Europa), devido ao uniforme escuro que usava, nasceu em 2 de outubro de 1929, em Moscou. Morreu em 21 de março 1990, de complicações decorrentes de uma cirurgia.

Fez suas primeiras defesas jogando hockey sobre gelo na equipe de fábrica de ferramentas onde trabalhava e aos 14 anos decidiu atuar como goleiro de futebol. Gostou da posição e passou a jogar futebol em 1949, no Dinamo de Moscou. Sete anos depois conquistou a medalha de ouro olímpica com a seleção da União Soviética.

Yashin defendeu o Dínamo de Moscou por toda a sua carreira de 22 anos. Conquistou cinco campeonatos soviéticos (1954, 1955, 1957, 1959 e 1963) e três copas da URSS (1953, 1967 e 1970). Pela seleção soviética, disputou quatro Copas do Mundo: Suécia, em 1958, Chile, em 1962, Inglaterra, em 1966, e México, em 1970. A última, no entanto, ele só fez parte do elenco, uma vez que não participou de nenhum jogo. Conquistou também a medalha olímpica em Melbourne (1956) e a Eurocopa em 1960.

É o único goleiro europeu da história que ostenta a Bola de Ouro, obtida em 1963, graças, em grande parte, a sua especialidade nos pênaltis.

Disputou um total de 812 jogos na carreira, 326 na liga soviética pelo Dinamo e 78 pela seleção nacional. Desse total, ficou sem tomar gols em 270 jogos.

Em 1968 foi condecorado com a Ordem de Lênin por sua vitoriosa carreira de grande esportista soviético.

Deixou os campos em 1971, passando a exercer a atividade de treinador de equipes juvenis e professor de Educação Física.

Em 1986 perdeu uma perna por causa de uma lesão no joelho. Faleceu no dia 21 de março de 1990, em Moscou, por causa de um câncer no estômago. No estádio Central Luzhniki colocou-se uma estátua em sua homenagem.

Em 1975, foi eleito o atleta russo do século, e em 1998, em uma eleição realizada pela Fifa, Yashin foi escolhido o goleiro do século 20.

Lev Yashin será sempre lembrado por especialistas na posição como o jogador que mais revolucionou a forma com que os goleiros jogam. No decorrer dos anos muitos goleiros tentaram copiar seu estilo mas nenhum deles igualou os feitos do Aranha Negra. Foram 270 jogos sem levar gol e 150 pênaltis defendidos.

Abaixo Camisa Utilizada por Lev Yashin na Copa de 1966 jogando pela extinta União Soviética

Camisa Utilizada na Copa de 1966 por Lev YashinLev Yashin é considerado como o melhor goleiro da história das Copas do Mundo. Por isso o Troféu FIFA para o melhor goleiro em um toneio da Copa do Mundo, introduzido em 1994, tem seu nome em honra às suas grandes defesas.

A frieza de Yashin no gol se manteve intacta durante toda sua carreira - talvez graças a ritual pouco comum a que ele se submetia antes de grandes partidas. Nessas ocasiões, o goleiro sempre fumava um cigarro e tomava uma bebida forte.

A importância do futebol para o "Aranha Negra" ficou clara em uma referência que fez a uma das maiores conquistas da história da humanidade.

"A alegria de ver Yuri Gagarin no espaço só é superada pela alegria de uma boa defesa de um pênalti", disse.


Pesquisas realizadas por Sidney Barbosa da Silva.
Fontes: Arquivo www.campeoesdofutebol.com.br.
Página adicionada em 23 de abril de 2006 - revisada em 22/Outubro/2016.

 

 

Pesquisa personalizada

 

 

Livros Digitais Campeões do Futebol

Ir ao Topo