A história da Taça Libertadores da América (inicialmente chamada de Copa de Campeões da América), já foi chamada de Copa "Toyota" Libertadores, em função do patrocínio do torneio pela Fábrica de Automóveis Toyota, depois chamada de Copa "Santander" Libertadores, teve sua origem no Congresso da Confederação Sul-americana de Futebol (CSF), realizado no Rio de Janeiro em 1958. O nome Libertadores de América, é em homenagem aos heróis da independência sul-americana.

Logo oficial da Copa Toyota Libertadores em 2005   Logo oficial da Copa Santander Libertadores em 2012   Logo oficial da Copa Bridgestone Libertadores
Nomes oficiais: Copa Campeões da América de 1960 a 1964, e Copa Libertadores da América de 1965 a 1997. Com a chegada de patrocinadores o torneio levou os seguintes nomes: Copa Toyota Libertadores de 1998 a 2007, Copa Santander Libertadores de 2008 a 2012, e Copa Bridgestone Libertadores desde a edição de 2013.

O Objetivo principal do Congresso era o de criar um torneio reunindo os clubes campeões de cada país do continente. O estudo era baseado em alguns torneios realizados anos antes, como a Copa Rio da Prata, disputada durante a década de 30, entre os campeões da Argentina e do Uruguai; sua disputa acontecia de forma alternada, um ano em cada país, e o vencedor tinha posse transitória desse troféu.

Mas a idéia original, ou seja, o embrião deste projeto e primeira tentativa de se realizar este tipo de competição, surgiu em 1929, quando os dirigentes do Nacional de Montevidéu, Roberto Espil e José Usera Bermudez, idealizaram um torneio do qual tomariam parte as equipes que fossem as campeãs nacionais de cada um dos países do continente sul-americano. Porém, a idéia não vingou e tudo ficou apenas no planejamento.

Roberto EspilEm 1946, o mesmo Roberto Espil (foto ao lado) resolveu analisar mais cuidadosamente as distâncias e geografia de todo o continente e deduziu que, além de participação dos campeões, seria totalmente viável incluir também os vice-campeões nacionais.

Entretanto, para surpresa geral, dois anos depois, em 1948, foram os chilenos os primeiros a realizar o evento, através de Robinson Alvarez Marín, dirigente do Colo Colo, que resolveu por em prática o projeto do uruguaio Roberto Espil. A Confederação Sul-Americana de Futebol, cujo Presidente era o Sr. Luiz Valenzuela, resolveu dar todo o apoio e realizar a competição na cidade de Santiago, capital do Chile. Nascia ali a Copa dos Clubes Campeões Sul-Americanos, chamada "Taça America del Sur".

A Criação e a realização desse torneio foram, sem dúvida, o ponto de partida para elaboração e criação da Taça Libertadores da América. Desta competição participaram o Colo Colo, campeão chileno em 1947, Nacional, campeão uruguaio em 1947, River Plate, campeão argentino em 1947, Litoral, campeão boliviano de 1947, Municipal do Perú, vice campeão nacional de 1947, e os convidados, Emelec por ser o melhor clube do Equador e, o Clube de Regatas Vasco da Gama, porque, na época, não existia campeonato brasileiro e a equipe cruzmaltina era considerada, senão a melhor, uma das melhores equipes do país, já que cedia maior número de jogadores para a seleção brasileira.

A Copa Libertadores da América é o mais tradicional e importante torneio de clubes da América do Sul. Foi criada em 1960, para por a prova a rivalidade entre os clubes do continente. Inicialmente participaram os campeões de sete países, passando depois para 20 e, a partir de 2000, o total subiu para 32 equipes. Em agosto de 2003 dicidiu-se aumentar o número para 36 equipes, e depois, para 37 a partir de 2005. Em 2006, a Copa atinge a marca de 38 participantes. Até 1964 apenas o campeão de cada pais participava da competição.

Desde 1998 equipes do México participam da Taça. Neste mesmo ano, com o patrocínio da empresa Toyota Motor Corporation, passou a se chamar Copa Toyota Libertadores. Em 2008 ganhou a denominação Copa Santander Libertadores - nome do Banco Santander, um dos maiores Grupos Financeiros da Espanha, e atualmente (desde 2013) se chama Copa Bridgestone Libertadores.

.:2005 foi a primeira competição que reuniu em finais, clubes do mesmo país, São Paulo FC e Atlético-PR.
.: A maior goleada da copa ocorreu em 1970 - Peñarol (Uru) 11 x 2 Valencia (Ven).

.: O primeiro representante do Brasil em Libertadores foi o EC Bahia, vencedor da Taça Brasil de 1959.
.: 1966, 1969 e 1970 - não houve participação de clubes brasileiros; os dirigentes alegavam a excessiva violência dentro do torneio.

Em 1948 o Torneio sul-americano de clubes, foi promovido pela equipe do Colo-Colo do Chile, em uma única edição e, posteriormente reconhecida oficialmente pela Conmebol como competição continental.

 

Livros Digitais Campeões do Futebol




Sidney barbosa da SilvaPesquisas de Sidney Barbosa da Silva
Arquivo www.campeoesdofutebol.com.br.
Página adicionada em Agosto/2005; atualizada em 21/Dezembro/2015.




Pesquisa personalizada






Ir ao Topo