Confederação Sulamericana de FutebolLINHA DO TEMPO (CRONOLOGIA) DA TAÇA LIBERTADORES



História Linha do Tempo Brasileiros na Liberta Árbitros das Finais Campeões Artilheiros Maiores Goleadas Recordes Torneio de 1948 Arquivo     + CONTINENTAIS

       

1960
» 19 de abril: acontece a primeira partida da história da Libertadores, em Montevidéu/URU, com vitória do Peñarol (7x1) sobre o Jorge Wilsterman, da Bolivia.

1962
» 7 de fevereiro: Cipriano Yu Lee, arqueiro do Emelec de pai chinês, torna-se o primeiro goleiro em pegar um pênalti na Libertadores. Defendeu a penalidade batida pelo paraguaio Genaro Benítez do Millonarios de Bogotá, na vitória de sua equipe por 4 a 2.
» 28 de fevereiro: o Santos vence o Cerro Porteño por 9 a 1, com gols de Coutinho (3), Pelé (2), Pepe (2), Dorval e Zito.
» 8 de julho: é disputado pela primeira vez o clássico uruguaio. Nacional 2 x 1 Peñarol, com gols de Rubén González e Guillermo Escalada (NAC). O brasileiro Moacyr marca para o Peñarol.
» 2 de agosto: Na partida mais longa da história da Copa Libertadores. Na final da edição de 1962, Peñarol ganha do Santos (nessa noite sem o Pelé) na Vila Belmiro por 3x2 em uma partida que tem tantas interrupções que começa às nove e meia da noite e termina às quinze para a uma da madrugada. Peñarol vence 3x2 quando o árbitro chileno Robles suspende a partida por falta de garantias. Logo, no seu camarim, decide continuar “amistosamente” para evitar uma tragédia com o exaltado público local. Só comunica a decisão de segui-lo “extra oficialmente” aos jogadores uruguaios. Na continuação, Pagão empatou para o Santos, mas o resultado oficial foi 3x2 para o Peñarol.

1970
» 15 de março: registro da maior goleada da Taça. O Peñarol vence o Valencia de Acarigua (VEN) por 11 a 2, com gols de Rocha (3), Alberto Spencer (2), Losada (2), E. Onega (2), Acuña e Cáceres. Lovizuto e Salles fizeram para o perdedor.

1972
» 27 de fevereiro: duelo de petroleiros; em Santa Cruz, Oriente Petrolero derrota o Chaco Petrolero, de La Paz, por 5 a 0, na abertura do Grupo 2.
» 9 de março: O "goleiro poeta" Artemio Villaneuva atua pela última vez na defesa do Cerro Porteño pela competição. Sua equipe cai por 3 a 1 frente ao Olimpia. O último gol sofrido pelo arqueiro foi marcado por "Lobo" Carlos Diarte.
» 16 de março: o jogo das expulsões - em Assunção, Olimpia 2 x 2 Atlético Mineiro (dirigido por Telê Santana) quando o jogo é suspenso porque o clube brasileiro sofre cinco expulsões (Grapete, Oldair, Ronaldo, Dario e Lola). Segundo o regulamento, a CONMEBOL dá por vencedora a equipe paraguaia.
» 22 de março: o grande Alberto Spencer, o maior goleador da história da Taça Libertadores, faz seu último gol na competição. Foi na partida Barcelona (EQU) 3 x 0 Chaco Petrolero (BOL).

1981
» 8 de agosto: no jogo Olimpia 0 x 3 Cerro Porteño, ambos do Paraguai, apenas 539 ingressos são vendidos, em jogo disputado no Defensores del Chaco. Motivo: ambos já estavam eliminados da competição.
» 8 de outubro: primeira vitória de um clube chileno no Uruguai em jogo da Libertadores: Nacional 1 x 2 Cobreloa, gols de Puebla e Washington Oliveira.
» 23 de novembro: O Flamengo conquista a Libertadores na terceira partida da final, em Montevidéu derrota o Cobreloa do Chile por 2 a 0, com dois gols de Zico.

1992
» 17 de março: histórico empate do San José da Bolivia, por um gol, com o São Paulo FC (de Telê Santana) em pleno Morumbi. Os gols foram de Palhina e Divar Condarco.
» 3 de junho: 26 pênaltis!!! Uma das semifinais da Taça se define em cobrança de penais. Em Cáli, América cai ante Newell's por 11 a 10, na série mais extensa da história da competição.
» 17 de junho: O São Paulo FC, dirigido por Telê Santana, é consagrado campeão da Copa Libertadores, ao vencer por pênaltis o Newell’s de Marcelo Bielsa no estádio Morumbi.

2002
» 5 de fevereiro: Triunfo boliviano no Brasil; o Bolívar vence por 2 a 1 o Atlético Paranaense, com gols de Edgar Olivares e Joaquim Botero.
» 8 de fevereiro: O Cienciano do Peru estréia pela primeira vez na competição, vencendo o 12 de Octubre do Paraguai por 3 a 0.
» 12 de março: um empate e dez gols; no Hernano Silles, Bolívar e Atlético Paranense empatam por 5 a 5.
» 19 de março: o inexpressivo Real Potosí (BOL) aplica uma sonora goleada (6x1) no Peñarol (URU). Raúl Cardozo (2), Cristian Reynaldo (2), Darwin Peña e Wilder Zabala anotam para os bolivianos; Gabriel Cedrés para o Peñarol.
» 11 de abril: depois de 42 anos, o Nacional de Montevidéu vence uma partida em Buenos Aires pela Libertadores: 1 a 0 contra o Vélez Sarsfield, com gol de Marco Vanzini.
» 14 de maio: Nas quartas de final, o São Caetano (BRA) elimina o Peñarol nas penalidades (3x1)
» 31 de julho: No estádio Pacaembu, Olímpia do Paraguai obtém sua terceira Copa Libertadores ao vencer por penais o surpreendente São Caetano do Brasil.

2008
2 de julho: A LDU de Quito surpreende o Fluminense, em pleno Maracanã, e conquista a Copa Libertadores nos penais.

2011
» 15 de junho: O Peñarol se tornou no clube que mais vezes foi finalista da Libertadores: 10. Foi campeão em cinco ocasiões, e vice em outras cinco, incluindo o vice deste ano.

2012
» 27 de junho: O Boca Juniors iguala a marca do Peñarol em finais: 10. Foi campeão por seis vezes, e vice em quatro, incluindo o vice deste ano.
» 4 de julho: o Corinthians se torna o maior campeão invicto da Libertadores. Foram 14 jogos, com oito vitórias e quatro empates.



Sidney barbosa da SilvaPesquisas de Sidney Barbosa da Silva
Fontes: Revista Conmebol n° 126 (Julho/Agosto 2011); n° 127 (Setembro/Outubro 2011); n° 128 (Novembro/Dezembro 2011); n° 129 (Janeiro/Fevereiro 2012); n° 130 (Março/Abril 2012); n° 131 (Maio/Junho 2012); n° 132 (Julho/Agosto 2012); e Arquivo www.campeoesdofutebol.com.br
Página adicionada em 19/Fevereiro/2013.

 



Pesquisa personalizada




Livros Digitais Campeões do Futebol

Ir ao Topo