Arquivo
   Especiais
   + Futebol
+ POESIAS   
“O Periquito do Brasil Central”

(Homenagem ao Goiás EC)
Poeta Cypriano Maribondo (em 21/04/2010) – cmgtpoeta@yahoo.com.br
Foi em mil novecentos e quarenta e três,
No exato dia seis de abril, a sua fundação.
Na casa dos irmãos Lino e Carlos Barsi,
Com alguns amigos fieis, fizeram a reunião.

Eram todos eles, pelo futebol, apaixonados.
Decidiram, Branco e verde seriam as suas cores.
No início, pelos adversários, eles eram gozados,
Como um time dos trinta e três torcedores.

Em quarenta e quatro, no campeonato goiano,
O periquito marcou sua primeira goleada.
Foi nove a um, em cima do time Campinas,
A sua bela história passou a ser respeitada.

Em sessenta e seis, conquistou o estadual.
Disputou o primeiro brasileiro em setenta e três.
Em noventa e oito, integrando o clube dos treze.
Fez seu nome e sua história mudar de vez.

Daí por diante, o Goiás cresceu e apareceu,
Passou a ser o clube mais amado de Goiás.
Seus maiores ídolos desta sua curta história.
Chegaram a serem ídolos e artilheiros nacionais.

Dentre eles, na década de oitenta, o Luvanor.
Um meia de muita classe, com técnica e estilo.
Depois vieram Carlos magno, Uidemar e Túlio.
Entre todos, até hoje, o artilheiro mais querido.

Acreditem; Túlio ainda hoje joga o seu futebol,
No Botafogo de Brasília, este ano, ele jogou.
A sua grande meta e atingir a marca dos mil gols,
Ser o grande artilheiro, que a seleção já consagrou.

É este bravo Goiás, cor de esmeralda, periquito.
Que um pouco de sua história, eu quis retratar.
Nesta simples homenagem, em forma de poesia.
Goiás Esporte Clube o seu futebol é espetacular.
 
Veja também: História do Goiás EC.
  PERFIL                                                                        + POESIAS
Pesquisa personalizada
Arquivo Campeões do Futebol - www.campeoesdofutebol.com.br - Desenvolvido e mantido por Sidney Barbosa da Silva - Desde 2005