Federação Roraimense de FutebolBARÉ 14 x 1 GAS - MAIOR GOLEADA DO CAMPEONATO RORAIMENSE 2008



História do Fut-Roraimense História do Baré + GOLEADAS

       

Em 2008, no Campeonato Roraimense, o Baré ficou em terceiro na classificação geral, mas teve o melhor ataque (39 gols em sete jogos) e a maior goleada (14 × 1 no Grêmio Atlético Sampaio – GAS) do estadual.

Depois de um empate por dois gols frente ao Progresso na estréia do Campeonato Roraimense de Futebol, o Baré disparou uma goleada histórica na fraca equipe do Grêmio Atlético Sampaio (GAS), em jogo disputado numa tarde de sábado (17), no estádio Raimundo Ribeiro de Sousa (Ribeirão), em Boa Vista, com mando de campo da equipe goleada.

No jogo o Baré sobrou em campo e além de fazer 14 gols, teve mais quatro gols anulados, o que lhe daria de consolo pelo menos ter batido o recorde de maior goleada da Era profissional, quando o Atlético Roraima bateu o Progresso de Mucajaí por 16 a 1 pelo Estadual de 2001. Antes a segunda maior goleada havia sido no jogo Roraima e o mesmo GAS em 2003, quando o Tricolor venceu por 13 a 0.

O jogo / gols:

O Colorado entrou em campo para apagar o resultado negativo do empate em 2 a 2 contra o Progresso na estréia da competição. Pela frente a fraca equipe do GAS que já havia sido goleada na abertura do estadual pelo São Raimundo por 5 a 1.

O Colorado abriu o placar logo aos 4 minutos. David aproveitou a indecisão da zaga adversária e fez 1 a 0. Não demorou muito e Carlos Alberto foi derrubado na área. O árbitro marcou pênalti que o meia Filho cobrou para marcar 2 a 0.

Dois minutos depois o veloz meia Jorginho desviou a cobrança de escanteio e aumentou para 3 a 0. Aos 15 minutos, o atacante Marcinho aproveitou o rebote e marcou o quarto.

Um minuto depois o lateral Edmundo avançou e fez um belo cruzamento para Carlos Alberto sozinho encostar de cabeça e ampliar.

Ainda no primeiro tempo o Baré faria o sexto gol. Na troca de passes Carlos Alberto deixou Jorginho livre para fazer o segundo dele na partida e fechar o placar em 6 a 0 no primeiro tempo.

Na etapa final a chuva desaba sobre o Ribeirão e a humilhação do Baré continua. Jorginho faz o sétimo do Colorado aos três minutos.

Nem os apelos de um cachorro vira lata que entrou em campo e parecia ter piedade do GAS evitou que a goleada aumentasse. Aos 14 minutos Carlos Alberto ganha na velocidade do zagueiro e faz 8 a 0.

O atacante Garrincha fez dois seguidos e aumentou a vantagem para 10 a 0. O pobre do GAS chegou ao gol de honra com o atacante Humberto.

Mas o Baré queria mais. O jogo tava tão fácil que até o goleiro Carlinhos marcou o seu na cobrança de pênalti. Jorginho, Carlos Alberto e Garrincha fizeram mais três e fecharam a goleada em 14 a 1.

Ficha Técnica: GAS 1 x 14 BARÉ
Data: sábado, 17 de Maio de 2008.
Local: estádio Raimundo Ribeiro de Sousa (Ribeirão), em Boa Vista.
Arbitragem: Júliandre Luter Silveira, com assistências de Gean Carlos de Menezes e de Francisco Avelino. O quarto árbitro foi Sandro Machado.
Gols: Jorginho (4), Carlos Alberto (3), Garrincha (3), David, Filho, Marcinho e o goleiro Carlinhos (de pênalti) para o Baré. Coube a Humberto fazer o gol de honra para o GAS.

BARÉ: Carlinhos; Messias (Roney), Raul, Rafael, e Edimundo; Caboja, Jorginho, David (Maciel) e Filho; Carlos Alberto e Marcinho (Garrincha). Técnico: Rômulo Querido Bonates.

GAS (Grêmio Atlético Sampaio): Eric; Léo, Maxsom, Wharley (Janderson) e Judson; Maycon (Yrisley), Edson, Sapo e Som; Jackson e Humberto. Técnico: Rogério Vieira.


Sidney barbosa da SilvaPesquisas de Sidney Barbosa da Silva.
Fontes: Folha de Boa Vista; jota7.com/esportes; e Arquivo www.campeoesdofutebol.com.br.
Página adicionada em 01/Março/2018.

 

Shopping Campeões do Futebol

Ir ao Topo