Arquivo
   Especiais
   + Futebol
  História de Outras Seleções Nacionais                                 + FUT-BOLIVIANO
História da Seleção Boliviana

 
A estréia da Seleção Boliviana

Criada a Federação Boliviana de Futebol em 12 de setembro de 1925, e oficilizada pela Conmebol em 12 de setembro de 1926, o selecionado boliviano fez sua estréia um mês após sua aceitação, em jogo válido pelo Sulamericano (atual Copa América).

A data de 12 de outubro de 1926 é histórica, a estréia oficial do selecionado no Sulamericano, disputado no Chile. Com Jesús Bermudez no gol; Diógenes Lara e Casiano Chavarría como defensores; Eliseo Angulo, Jorge Soto e Renato Sainz no meio campo; Carlos Soto, Teófilo Aguilar - a grande estrela boliviana daqueles tempos - Mario Alborta, Rafael Méndez e José Bustamante no ataque, a estréia não foi favorável, pois perdeu por 7 a 1 para o Chile, apesar da ilusão gerada com o gol de abertura de Teófilo Aguilar aos 10 minutos do primeiro tempo. Na sequência da competição perdeu para a Argentina (5 a 0), Paraguai (6 a 1) e Uruguai (6 a 0)

A Bolívia disputou ainda os campeonatos sulamericanos de 1926, 1927, 1945, 1946, 1947 e 1949. Só depois destas disputas, e vinte e quatro anos depois, é que o selecionado jogou pela primeira vez em sua casa - La paz - frente ao mesmo adversário de estréia, o Chile, vencendo por 2 a 0, no dia 24 de fevereiro de 1950.

O Título Sulamericano

A maior conquista do futebol boliviano veio em 1963, com a conquista do Sulamericano, e de forma invicta. Os dirigentes da época tinham a idéia de fazer um bom papel e buscar, "se possível", um dos três primeiros lugares, já que os papões até então, Brasil, Uruguai e Argentina estavam com equipes abaixo de suas qualidades, a Argentina por exemplo, veio para a disputa com equipe juvenil e, na última hora, o Uruguai desistiu de participar.

A estréia foi em 10 de março, na cidade de La Paz, com um empate por 4 gols frente ao Equador, vindo depois a jogar e vencer todas as outras partidas: Colombia (2 a 1), Peru (3 a 2), Paraguai (2 a 0), Argentina (3 a 2) e Brasil (5 a 4). Nesta última partida com o Brasil, que lhe garantiu o título, a Bolivia formou com Arturo López; Roberto Cainzo, Eduardo Espinoza; Max Ramírez, Wilfredo Camacho, Eulogio Vargas; Ramiro Blacutt, Máximo Alcócer, Víctor Augustín Ugarte, Ausberto García e Fortunato Castillo. Os gol foram de Ugarte (2), Camacho, Garcia e Alcócer.
Histórica goleada sobre a Argentina

Um dos momentos mais marcantes da história do selecionado boliviano foi a goleada imposta sobre a Argentina em 1° de abril de 2009, em partida válida pelas Eliminatórias da Copa do Mundo 2010.

O Portal IG Esporte descreveu desta forma o vexame argentino: " Diego Armando Maradona sofreu a sua primeira derrota no comando da seleção argentina, e ainda por cima de forma vexatória. Em La Paz, a Bolívia aproveitou a altitude de 3,6 mil metros e o péssimo desempenho da defesa alviceleste para aplicar uma goleada humilhante por 6 a 1. O placar, pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2010, foi construído graças ao atacante Joaquín Botero e aos 'brasileiros' Alex da Rosa e Marcelo Moreno ".

Esta foi a maior derrota da história da Argentina, igualando os 6 a 1 sofridos para a Checoslováquia na Copa do Mundo de 1958. A última vez que os argentinos tinham perdido por cinco gols de diferença foi em 1993, nos famososo 5 a 0 diante da Colômbia pelas Eliminatórias.

Em 1994 quebrou a invencibilidade brasileira em Eliminatórias, única seleção no mundo que jamais havia sofrido uma derrota nesta competição.

Conquistas da Seleção Boliviana

CONMEBOL: Campeão Sulamericano de 1963; e vice-campeão em 1997
FIFA: presenças na Copa do Mundo: 1930, 1950 e 1994
Fontes: www.federacionbolivianadefutbol.com, Portal IG Esporte, historiadelfutbolboliviano.com e Arquivo www.campeoesdofutebol.com.br
Pesquisas de Sidney Barbosa da Silva - Página adicionada em 14/Março/2013.
  História de Outras Seleções Nacionais                                 + FUT-BOLIVIANO
Pesquisa personalizada
Arquivo Campeões do Futebol - www.campeoesdofutebol.com.br - Desenvolvido e mantido por Sidney Barbosa da Silva - Desde 2005
* Permitido a reprodução de todo conteúdo desde que citada a fonte e o Autor/Pesquisador