Campeões do Futebol
Pesquisa personalizada
História da Seleção da Argentina

SUPERCLÁSSICO DAS AMÉRICAS

+ COMPETIÇÕES SELEÇÕES       
O Superclássico das Américas começou a ser disputado em 2011, na partida entre Brasil e Argentina em Córdoba, é organizado pela CBF e pela AFA. As duas entidades se compromoteram a realizar o confronto por pelo menos oito anos.

Segundo o regulamento, somente jogadores que atuam em clubes profissionais de futebol no Brasil e na Argentina podem ser convocados para suas respectivas seleções.

A ordem de mando de campo da primeira edição foi escolhida através de sorteio. Em 2011 o primeiro jogo será na Argentina, em Córdoba. A partida de volta será em Belém. Em 2012, será o inverso: jogo de ida, no Brasil, e a volta, na Argentina - e assim seguirá até sua última edição.

A seleção campeã será a que tiver o maior número de pontos. Em caso de empate, o saldo de gols definirá o vencedor. E, se os saldos forem iguais, haverá disputa de pênaltis, de acordo com as normas estabelecidas pela FIFA.

Nos anos seguintes, a competição será preferivelmente em setembro, com intervalo máximo de 21 dias entre os dois jogos.

A cada ano, o troféu disputado será criado por um artista sul-americano renomado, homenageando figuras ilustres do futebol no continente. Em 2011, Carlos Paez Vilaró é o responsável pela taça e o homenageado será o presidente da Conmebol, Nicolaz Leóz.

EDIÇÃO 2011 "COPA NICOLÁS LEOZ"

PRIMEIRO JOGO

ARGENTINA 0 X 0 BRASIL
Local: Estádio Mario Alberto Kempes, em Córdoba (ARG) - 14/9/2011, às 21h50
Árbitro: Enrique Osses (CHI) - Auxiliares: Patricio Basualto e Carlos Astraza (CHI)
Cartões amarelos: Zapata (ARG)
Argentina: Agustín Orión, Sebastián Domínguez, Leandro Desábato e Christian Cellay; Iván Pillud, Augusto Fernández (Chistian Chávez, 42'/2ºT), Héctor Canteros, Víctor Zapata e Emiliano Papa; Juan Manuel Martínez e Mauro Boselli (Emmanuel Gigliotti, 24'/2ºT). Técnico: Alberto Sabella.
Brasil: Jefferson, Danilo, Dedé, Réver e Kleber; Ralf, Paulinho (Casemiro, 42'/2ºT) e Renato Abreu (Oscar, 16'/2ºT); Ronaldinho Gaúcho, Neymar e Leandro Damião. Técnico: Mano Menezes.

SEGUNDO JOGO

BRASIL 2 X 0 ARGENTINA
Local: Mangueirão, Belém (PA) - 28/09/2011, às 21h50
Árbitro: Jorge Larrionda; Assistentes: Maurício Espinosa e Pablo Fandiño (os três do URU)
Renda e público: R$. 2.579.160,00/43.038 pagantes
Cartões amarelos: Desábato (ARG)
Gols: Lucas, 8'/2ºT (1-0); Neymar, 30'/2º (2-0)
Brasil: Jefferson, Danilo, Dedé, Réver e Cortês (Kleber, 40'/2ºT); Ralf, Rômulo e Ronaldinho; Lucas (Diego Souza, 24'/2ºT), Neymar e Borges (Fred, 28'/2ºT). Técnico: Mano Menezes.
Argentina: Orion; Cellay, Domínguez e Desabato; Pillud (Mouche, 32'/2ºT), Augusto Fernández, Canteros (Bolatti, 14'/2ºT), Guiñazú e Papa; Montillo e Viatri. Técnico: Alejandro Sabella.

O Brasil ficou com o título desta primeira edição.

EDIÇÃO 2012

PRIMEIRO JOGO

19/Setembro: BRASIL 2 X 1 ARGENTINA, em Goiãnia (GO)

SEGUNDO JOGO

21/Novembro: ARGENTINA 2 X 1 BRASIL, em Buenos Aires (ARG)
Nos penais Brasil 4 x 3 - ficando com o título pela segunda vez.
+ COMPETIÇÕES SELEÇÕES       
Fonte: www.cbf.com.br e lancenet.com.br - Pesquisas de Sidney Barbosa da Silva
Página adicionada em 09 de outubro de 2011 - atualizada em 04/Janeiro/2013.
  CAMPEÕES   ESPECIAIS
  + ESPECIAIS   + FUTEBOL
Para os apaixonados por carros antigos História da Seleção Brasileira
   Home      Historiadores      Blog Campeões      Loja Campeões
  Arquivo Campeões do Futebol - Desde 2005 | Desenvolvido e mantido por Sidney Barbosa da Silva | Hospedagem SBSites Brasil
 
  * Permitido a reprodução de todo conteúdo desde que citada a fonte e o Autor/Pesquisador