Campeões do Futebol
Pesquisa personalizada
História do Atlético Mineiro

HISTÓRIA VILLA NOVA, DE NOVA LIMA (MG)

Villa Nova ACVILLA NOVA ATLÉTICO CLUBE
Fundado em 28 de junho de 1908
Endereço.: Praça Antonino Fonseca Jr., n° 15
Centro - Nova Lima – MG - CEP: 34.000-000
Estádio Castor Cifuentes (Alçapão do Bonfim)
Site oficial: www.villanovamg.com.br
   História     |     Títulos     |     Hino     |     Diversos                                           + CLUBES
A fundação do Villa Nova

A história do Villa Nova Atlético Clube, bem como a do Município de Nova Lima, está intrinsecamente ligada à exploração do ouro na região. A procura pelo valioso metal, segundo os registros históricos, começou por ali no final do século XVII, e a descoberta do Morro Velho, próximo ao Morro Novo e ao Morro do Mingu, local das primeiras minas, teria ocorrido por volta de 1725. O aparecimento dos investimentos ingleses na mineração do ouro em Nova Lima remonta ao longínquo ano de 1834, quando a mina foi adquirida pela Saint John Del Rey Mining Company Limited, que, numa tradução literal para o português significa Companhia de Mineração São João Del Rey Ltda. Os ingleses haviam comprado as minas de ouro do antigo proprietário, George Francis Lyon.

Em 1957, os ingleses começaram a fazer a transferência acionária da empresa para os brasileiros, e foi assim que em 1960 surgiu a Mineração Morro Velho. A busca por novas tecnologias que possibilitassem a extração do ouro localizado no subsolo (a mina de ouro de Morro Velho tinha galerias que avançam a 2.453 metros abaixo da superfície) fez com que a Morro Velho se associasse em 1975 à Anglo American Corporation, empresa sul-africana.

Atualmente, essa transnacional chama-se AngloGold Ashanti Brasil Mineração Ltda., que foi a patrocinadora master do Villa Nova de 2002 a 2010. A Mina Velha teve seus veios auríferos exauridos e foi fechada em 2003, não havendo desde então mais exploração de ouro no município. As demais minas de Nova Lima, embora fechadas temporariamente, não foram exauridas.

Desde os primórdios da presença inglesa em Nova Lima, é inegável que a influência exercida por seus representantes sempre marcou a trajetória socioeconômica do município de maneira decisiva. É natural que na primeira década do século XX os inúmeros mineradores e demais trabalhadores envolvidos nas atividades da Saint John Del Rey Mining Company Limited tivessem no futebol uma fonte de lazer. E foi nesse contexto que houve a decisão de se fundar um time de futebol, a que batizaram de Villa Nova Athletic Club, numa homenagem ao nome da cidade que, na época, era Villa Nova de Lima, com “l” duplo. A histórica Villa Nova de Lima se separou de Sabará em 1891 e alcançou a sua tão sonhada emancipação político-administrativa. Em 1923, o município recebeu o nome atual e definitivo de Nova Lima. O nome da agremiação foi aportuguesado pelas reformas estatutárias posteriores.

O sangue que corre nas veias do bravo e destemido Leão do Bonfim foi, no entanto, plasmado também por brasileiros, mais precisamente pelas mãos iluminadas de Álvaro Magalhães, que, num encontro casual com o inglês George Fellews numa mesa de bar, uniu-se a ele para fundar o Villa Nova Atlético Clube. Antes da criação do clube, já existia em Nova Lima o Morro Velho Athletic Club, este sim, um time formado exclusivamente por ingleses. Ocorre que o Morro Velho nem sempre conseguia formar duas equipes entre os seus associados para viabilizar a realização de um jogo de futebol. Álvaro Magalhães era um assíduo espectador dos treinos do Morro Velho e tinha dentro de si o desejo de aprender a praticar o esporte e disseminá-lo entre a comunidade da antiga Villa Nova de Lima.

Os anseios do brasileiro vieram a calhar para o inglês George Fellews, já que a existência de outra equipe pelas vizinhanças poderia, finalmente, acabar com o crônico problema da falta de adversários para o Morro Velho. Juntaram-se as duas expectativas e, entre um trago e outro, juntamente com um grupo de outras pessoas amantes do futebol, decidiu-se pela fundação de uma nova agremiação. A reunião que sacramentou o nascimento do clube aconteceu nas dependências da Câmara Municipal da antiga Villa Nova de Lima. Quem presidiu o histórico encontro foi Álvaro Edwards Ribeiro, e dele, além dos idealizadores Álvaro Magalhães e George Fellews, participaram também: Fernando Anacleto, Hary Lowse, Ignes Gent, Ricardo Protzner, Albert Clemence, Elógio Pimentel, João Luiz Morethzon, George Morgan, Francisco Pimentel, José Gustavo Dias, John Clemence, Willy William, Francisco Goulart, Eduardo Morgan, Mário Morgan, João Moreira, Fritz Protzner, Raymundo Rodrigues, Antônio Oliveira e Agostinho Rodrigues de Mello, o conhecido Gute Mello.

Essa comunhão de raças fica evidente também na formação dos primeiros times do Leão ao longo da história. Numa época em que o racismo ditava vários comportamentos sociais, o Villa nunca se importou em escalar atletas negros, sendo um dos pioneiros em Minas Gerais nessa importante demonstração de democracia. E pensar que certos clubes brasileiros proibiam a presença de jogadores negros em suas fileiras e alguns chegaram ao cúmulo de tentar “branquear” os mulatos com pó-de-arroz...

O primeiro presidente eleito do Villa Nova foi Adolfo Magalhães, que tinha como secretário José Furtado e como “capitão de futebol”—função equivalente hoje a diretor de futebol —, George Fellews. João Luiz Morethzon, um dos fundadores, era mesmo um desportista nato, pois além de atuar no Leão foi presidente do Atlético Mineiro em 1914. Gute Mello, que viria ser pai do presidente do clube, Oswaldo Mello, foi mecânico da mineradora durante 20 anos e faleceu em 1972, aos 82 anos de idade.

Assim nascia o glorioso Villa Nova, como uma das mais fortes expressões que a influência inglesa legou para toda a região. Numa feliz coincidência, a agremiação foi criada um dia após vir à luz em Cordisburgo o grande escritor mineiro Guimarães Rosa. Fundado em 28 de junho de 1908, um sábado, pelos operários que labutavam na desvairada busca do ouro para a Saint John Del Rey Mining Company Limited e pela vontade de brasileiros de aprender a jogar futebol, o Villa Nova Atlético Clube é o segundo clube mais antigo de Minas Gerais em atividade, sendo superado apenas pelo Atlético, que nasceu em 25 de março de 1908, apenas três meses antes.

Como ocorreu com vários clubes brasileiros, senão com todos, o início da vida do Leão foi muito difícil, pois os dirigentes da mineradora ainda não haviam encampado a idéia da criação de um time futebol. O apoio da empresa viria um pouco mais tarde e de maneira efetiva, o que contribuiu decisivamente para que o Villa Nova fosse uma das grandes forças do futebol mineiro na primeira metade do século passado.

No começo da sua existência, o clube era bancado pelos próprios jogadores, e os treinos eram realizados num precário campo de terra, imóvel de propriedade da mineradora, localizado nas proximidades do antigo matadouro de Nova Lima. Quando a direção da Saint John Del Rey Mining Company Limited resolveu adotar e subvencionar o clube, este terreno no Bairro Bonfim foi cedido, e lá foi construído o Estádio Castor Cifuentes, que veio a receber várias transformações no transcurso do tempo.

Nessa época, o Villa Nova jogava com uniforme diferente do modelo que se imporia futuramente como o oficial e tradicional. Os calções, na verdade bermudas que cobriam o joelho, eram brancos, e as camisas brancas com uma faixa diagonal vermelha, cor escolhida para homenagear o padroeiro da Inglaterra, São Jorge.
   História     |     Títulos     |     Hino     |     Diversos                                           + CLUBES
Autor / Fonte: JORNALISTA WAGNER AUGUSTO - ASSESSOR DE IMPRENSA E HISTORIADOR DO VILLA NOVA A. C.; contada nos livros VILLA NOVA: 100 ANOS DE GLÓRIA EM VERMELHO E BRANCO (lançado em abril de 2008) e ALMANAQUE DO LEÃO DO BONFIM (lançado em abril de 2011).
Página adicionada em 28 de junho de 2011.
  CAMPEÕES   ESPECIAIS
  + ESPECIAIS   + FUTEBOL
Leão do Bonfim - o mascote
Leão do Bonfim - o mascote foi incorporado à equipe na década de 40 pelo chargista Fernando Pierucetti, o Mangabeira



Primeira camisa
Modelo da primeira camisa utilizada no ano de fundação, em 1908
SBSites Internet - Diretório de Links História do Cruzeiro EC, de Belo Horizonte
   Home      Historiadores      Blog Campeões      Loja Campeões
  Arquivo Campeões do Futebol - Desde 2005 | Desenvolvido e mantido por Sidney Barbosa da Silva | Hospedagem SBSites Brasil
 
  * Permitido a reprodução de todo conteúdo desde que citada a fonte e o Autor/Pesquisador