O dia 11 de janeiro de 2016 vai ficar para sempre na memória de Wendell Lira. Afinal, o jogador, que atualmente defende o Vila Nova, desbancou ninguém menos que Messi para conquistar o Prêmio Puskas de 2015. Outro jogador concorrente era Alessandro Florenzi, da Roma.

O gol de Wendell Lira foi marcado quando ele atuava pelo Goianésia. No dia 11 de março de 2015, na vitória por 2 a 1 sobre o Atlético-GO, no Serra Dourada, o atacante abriu o caminho não só para o resultado positivo, mas para fazer história. Curiosamente o público presente foi de apenas 389 pagantes.

Muito emocionado, o brasileiro subiu ao palco da cerimônia realizada em Zurique, na Suíça. Após receber o troféu das mãos do japonês Nakata, ele agradeceu e ressaltou o dia mágico que estava vivendo.

- Quero agradecer por este momento único na minha vida. Estar aqui ao lado desses jogadores que só conhecia de videogame, e hoje estou podendo conhecer pessoalmente muitos deles. E queria agradecer a nação brasileira que votou em mim. Quero agradecer a minha esposa e a milha filha que ficou no Brasil. Ela é tudo para mim e quero deixar uma passagem bíblica. Quando Golias apareceu, todos pensaram. Ele é grande, Davi não tem como ganhar. Bem, Davi venceu. É assim que agradeço a todos - declarou.

Foram mais de 1,6 milhão de votos para o Prêmio Puskas. Wendell Lira teve 46,7% da preferência, contra 33,3 de Messi e 7,1% de Alessandro Florenzi.

Wendell Lira foi o segundo brasileiro a faturar o Prêmio Puskas. Neymar, que concorre a Bola de Ouro deste ano, foi o primeiro a conquistar em 2011. Além disso, o jogador vai receber US$ 80 mil (R$ 320 mil) pela conquista.


Confira Todos os vencedores do Premio Puskas da FIFA






Pesquisa personalizada






Ir ao Topo