Federação Internacional de Futebol Associado   GRANDES TÉCNICOS (TREINADORES) EM COPAS DO MUNDO



HISTÓRIA 1930-2018 CAMPEÕES ARTILHEIROS GOLEADAS RANKING CRAQUES DA COPA GRANDES TREINADORES ARQUIVO   + FUT-SELEÇÕES

       

Vitorio PozzoVITTORIO POZZO
- Em um brilhante período de quatro anos, Vittorio Pozzo levou a seleção italiana ao bicampeonato da Copa do Mundo de 1934 e 1938 e à conquista de uma medalha de ouro das Olimpíadas de 1936, consolidando-se como um dos melhores técnicos da história do futebol.

Rinus MichelsRINUS MICHELS
- Se as seleções da Holanda dos anos 1970 foram realmente a "laranja mecânica ou Carrossel", então Rinus Michels foi o verdadeiro mecânico dessa máquina. Como maestro de uma das sinfonias mais brilhantes do futebol moderno.

Gustav SebesGUSZTAV SEBES
- Às vezes chamada de "jogo do século", a humilhante derrota da Inglaterra por 6 a 3 para a Hungria no estádio de Wembley, em 1953, pode ser vista como o nascimento da era moderna do futebol. E Gusztav Sebes, o polêmico técnico dos "magiares mágicos", foi o responsável que ajudou a colocar esse jogo na história do esporte.



JOSEPH "SEPP" HERBERGER
- Chamado merecidamente de "Milagre de Berna", o primeiro triunfo da Alemanha na Copa do Mundo, em 1954, está intimamente ligado a Joseph Herberger, um homem cujas realizações ultrapassaram as fronteiras convencionais dos técnicos de futebol. Com ele, a Alemanha, derrubou a máquina de fazer gols - a Hungria, de Gusztav Sebes.

HUGO MEISL
- Na década de 1930, a Áustria tinha uma seleção cuja qualidade e entusiasmo se espalharam como pólvora pela Europa. O pai e idealizador do Wunderteam (time maravilhoso) foi Hugo Meisl. Mas sua equipe deixou a desejar na Copa de 1934, ficando na quarta posição. perdendo para a Alemanha por 3 x 2, que acabou anexando o País no auge do seu futebol, em 1938.

VICENTE FEOLA
- Campeão do Mundo em 1958. Por imposição de alguns atletas, diz a lenda, escalou o menino Pelé de apenas 17 anos e o craque de pernas tortas Garrincha que enloqueceu os adversários com seus dribles.

AYMORÉ MOREIRA
- Foi goleiro do Botafogo/RJ e da seleção brasileira. Foi campeão mundial de 1962, no Chile, como técnico, em substituição a Vicente Feola, que estava com problemas cardíacos.

Telê SantanaTELÊ SANTANA
- O melhor time do Brasil, depois da Copa de 70, foi dirigido pelo "Mestre Telê". Formou uma grande equipe que é lembrada até os dias atuais como uma das melhores da década de 80 e a melhor seleção da Copa de 1982. Mas esbarrou na Itália. Telê voltaria a dirigir a seleção brasileira na Copa do Mundo de 86.



CARLOS BILLARDO
- Dirigiu a Argentina campeã do mundo de 1986. A grande vantagem do time de Billardo, era o craque Diego Armando Maradona no auge de sua carreira.

AIMÉ JACQUET
- Após ser criticado, satirizado e até mesmo insultado antes de ser aclamado e, finalmente, idolatrado, Aimé Jacquet pode realmente dizer que passou por todo tipo de experiência possível durante os quatro anos como técnico da seleção francesa, campeã de 1998.

CÉSAR LUIS MENOTTI
- O futebol argentino, considerado um dos melhores do mundo, deve parte de seu sucesso a César Luis Menotti. A chegada de "El Flaco", como era conhecido desde jovem, foi um marco na organização e no planejamento técnico da seleção argentina, campeã de 1978.

HELMUT SCHOEN
- Grande estrategista, contou com os jogadores Beckenbauer, Gerd Muller, Paul Breitner e o excelente goleiro Sepp Maier, para desarmar a Holanda de Cruyff e cia., a grande favorita ao título de 74, em uma final emocionante.

ALFRED RAMSEY
- Nem mesmo a Rainha Elizabeth II poderia conter sua alegria em 30 de julho de 1966, quando a Inglaterra, berço do futebol moderno, finalmente conquistou a Copa do Mundo. Enquanto a torcida delirava dentro do estádio Wembley e todo mundo vibrava pelas ruas do país, parecia que só um homem podia ficar calmo. Alf Ramsey, o responsável direto pela conquista.

MARIO JORGE LOBO ZAGALO
- A grande história do futebol brasileiro está intimamente ligada a Zagallo. O "Professor", como é chamado pelos jogadores, é uma lenda não apenas em seu país de origem, mas praticamente em todos os cantos do mundo futebolístico, tendo um papel fundamental em quatro das cinco Copas do Mundo conquistadas pela Seleção brasileira.

ENZO BEARZOT
- Após um começo "apagado" no mundial de 1982, a Itália acabou se superando na fase seguinte. Derrubou nada mais, nada menos que Argentina e o poderoso Brasil de Telê Santana, na semifinal a Polônia e venceu a Alemanha na grande final, chegando a sua terceira conquista.

CARLOS ALBERTO PARREIRA
- Muitas vezes criticado pela postura da seleção brasileira na Copa de 1994, levou o Brasil ao título depois de 24 anos. Para ele o que importava era vencer, nem que fosse por meio a zero. E assim, sem o chamado futebol show, conquistou o que tantos sonham, o titulo mundial.

FRANZ BECKENBAUER
- Melhor jogador de seu País em todos os tempos, o "Kaiser", jogou as Copas de 1966, 1970 e 1974 (foi campeão). Como técnico da Seleção Alemã foi vice em 1986 e campeão em 1990.


Pesquisas realizadas por Sidney Barbosa da Silva.
Fonte: CD Almanaque Todas as Copas, Edição 1 (2006), Editora www.campeoesdofutebol.com.br.
Página adicionada em 09/Maio/2014.

 

Livros Digitais Campeões do Futebol