A "marcha" data de 1926 e o responsável foi Victoriano "Toto" Caffarena que pediu a Italo Goyeche para compor um hino ao clube. A "marcha" foi executada, pela primeira vez, na residência do própio Caffarena, com a interpretação em piano por uma de suas irmãs. O passo seguinte foi por a letra a esse hino. O escritor J. Fernández ficou encarregado da tal façanha. Em público, foi executada, pela primeira vez em 1928 em um restaurante do bairro, logo após uma partida entre o Boca Juniors e a equipe britânica do Motherwell.

A Letra do Hino

Boca Juniors; Boca Juniors;
Gran campeón del balompié,
que despierta en nuestro pecho
entusiasmo, amor y fé
Tu bandera azul y oro
en Europa tremoló
como enseña vencedora
donde quiera que luchó.

Estribillo:
Boca es nuestro grito de amor.
Boca nunca teme luchar,
Boca es entusiasmo y valor,
Boca Juniors. . . a triunfar. . .

Con tu enseña victoriosa
que es de oro y cielo azul,
en la "Cancha" se entusiasma
nuestra fuerte juventud. . .
Electrizan tus colores
Viejo Boca vencedor
y en los campos de combate
es glorioso tu pendón.

Estribillo:
Boca es nuestro grito de amor
Boca nunca teme luchar,
Boca es entusiasmo y valor,
Boca Juniors. . . a triunfar. . .

Letra de J. Fernandez Blanco, Música de Italo Goyeche.


Pesquisas realizadas por Sidney Barbosa da SilvaSidney Barbosa da Silva.
Fontes: www.bocajuniors.com.ar; e Arquivo www.campeoesdofutebol.com.br.
Página adicionada em 18/Maio/2006; revisada em 03/Julho/2012.