A 8 de Março de 1931, em Cetinje, capital histórica do Montenegro, foi fundada a Federação de Futebol de Cetinje, organização sob a alçada da Federação Iugoslava de Futebol como um dos dez órgãos responsáveis pelo futebol no Reino da Iugoslávia. Os outros órgão eram em Belgrado, Novi Sad, Zrenjanin, Subotica, Zagreb, Split, Osijek, Sarajevo, Skopje e Ljubljana. O primeiro presidente de futebol da federação de Cetinje foi o professor Nikola Latkovic.

Entre essa data de fundação e o começo da II Guerra Mundial, encontravam-se registados no Montenegro 105 clubes. Dos cinco que venceram o campeonato montenegrino até 1941, três ainda existem: o FK Buducnost Podgorica, FK Arsenal (oriundo de Tivat) e FK Lovcen (de Cetinje). Fundado em 1913, o Lovcen é um dos mais antigos clubes dos Balcãs.

O fim do conflito mundial trouxe alterações à gestão do futebol montenegrino, então a mais pequena das seis repúblicas que constituíam a República Socialista Federal da Iugoslávia, surgindo o Conselho de Futebol do Montenegro a 5 de Agosto de 1945. Mais tarde, a 6 de Dezembro de 1948, tornou-se na Federação Montenegrina de Futebol (Fudbalski savez Crne Gore – FSCG) continuando a ser gerida na alçada da federação Iugoslava.

Depois de conquistar o campeonato local em 1946, ao levar a melhor sobre Lovcen, FK Sutjeska (oriundo de Niksic) e Arsenal, o Buducnost Podgorica teve oportunidade de disputar a primeira edição pós-guerra do escalão principal da Liga Iugoslava, em 1946/47, e acabaria se firmar como a mais bem sucedida equipe montenegrina da era Iugoslava.

Duas vezes finalista da Taça da Iugoslávia, o Buducnost viu-se derrotado (2x1) pelo NK Dinamo Zagreb em 1965 e pelo HNK Hajduk Split (2x0) em 1977. O Sutjeska foi outra equipe de Montenegro a disputar a primeiro divisão da Liga Iugoslava e, tal como o Buducnost, chegou a jogar na Taça Intertoto anos mais tarde.

Dos clubes do Montenegro, o Buducnost em particular foi o mais reconhecido como fornecedor de bons jovens jogadores para as principais formações Iugoslavas. Dejan Savicevic e Predrag Mijatovic foram dois dos mais notáveis exemplos. Savicevic conquistou duas Taças dos Clubes Campeões Europeus, uma no FK Crvena Zvezda em 1991 e outra pelo AC Milan, em 1994. Mijatovic marcou o gol da vitória na final da UEFA Champions League de 1998, que deu ao Real Madrid CF o seu primeiro título de campeão europeu em 32 anos. Entre outros talentos de nível internacional formados no Buducnost encontram-se nomes como Branko Rasovic, Zoran Filipovic, Ante Mirocevic, Branko e Dragoljub Brnovic, Dragoje Lekovic e Zeljko Petrovic.

Após o desmembramento da República Socialista Federal, o Montenegro passou a integrar a Iugoslávia, antes de esta passar a ser formada apenas pela união entre Sérvia e Montenegro. Ao longo desse período, mais clubes montenegrinos disputaram a principal divisão, com destaque para o FK Zeta. O conjunto oriundo de Golubovci atingiu a segunda pré-eliminatória da Taça UEFA em 2005 e disputou a Taça Intertoto em 2006. O Zeta foi, também, o primeiro campeão do Montenegro como estado independente, depois de o país ter ganho esse estatuto depois de um referendo realizado em 2006. O Zeta venceu o campeonato da temporada de 2006/07, composto por 12 clubes, organizado sob a égide da agora autônoma Federação Montenegrina de Futebol (FSCG), que passou a integrar a lista de membros da UEFA e da FIFA a partir de 26 de Janeiro e 29 de Maio de 2007, respectivamente.

Entre essas duas datas históricas, a seleção do Montenegro estreou a nível internacional, num encontro amistoso em que bateu a Hungria, por 2 a 1, em 24 de Março de 2007. Mirko Vucinic e Igor Burzanovic marcaram os gols da seleção montenegrina orientada por Zoran Filipovic. Montenegro estreou em jogos oficiais na fase de qualificação para a Copa do Mundo de 2010, numa partida frente à Bulgária, em Podgorica, a 6 de Setembro de 2008, cujo resultado terminou empatado por 2 x 2. A primeira vitória em encontros oficiais aconteceu em 10 de Outubro de 2009, por 2 x 1, sobre a Geórgia.

Com uma seleção composta por talentos como o ponta-de-lança Mirko Vucinic, da AS Roma, a jovem estrela da ACF Fiorentina, Stevan Jovetic, e o médio Simon Vukcevic, do Sporting, Montenegro promete dar cartas nas próximas campanhas.

Pesquisas realizadas por Sidney Barbosa da Silva.
Fonte: Arquivo www.campeoesdofutebol.com.br, www.uefa.com; fscg.me; e www.fscg.co.me.
Página adicionada em 28/Maio/2010.

 

Shopping Campeões do Futebol