Sobre a competição:
• Torneio patrocinado pelo Canto do Rio, de Niteroi, segundo A Gazeta Esportiva, de 10/Março/1956.
• Inaugurado a disputa do Torneio Hexagonal de Football, promovido pelo Canto do Rio, e no qual esta em jogo o troféu "Miguel Couto Filho". (Jornal dos Sports, 02-03-1956).
• Como se sabe está em jogo uma taça oferecida pelo exmo. sr. governador do Estado do Rio, dr. Miguel Couto Filho, e por esse motivo a competição está recebendo o seu nome (Gazeta Esportiva, de 28 de março de 1956).

A GAZETA ESPORTIVA de 01 de março de 1956, deu a seguinte notícia:
INAUGURAÇÃO DO TORNEIO "MIGUEL COUTO FILHO"
Niteroi, 29 (SPORT PRESS) - Com a participação do Canto do Rio (Niteroi), Portuguesa (Rio de Janeiro), Madureira (Rio de Janeiro), Americano de Campos, Taubaté (Taubaté/SP) e possivelmente America de Belo Horizonte, será inaugurado amanhã o Torneio "Miguel Couto Filho". A peleja de abertura reunirá as equipes do Canto do Rio e da Portguesa, amanhã à noite, no estadio de caio Martins, com inicio marcado para as 21 horas.

Cantorienses e lusos deverão apresentar-se com os mesmos jogadores que disputaram o certame carioca, havendo autorização da F.M.F para que outros valores, que estão em experiencias, sejam incluidos nesses jogos.

O torneio será encerrado no dia 25 de março e desde já podemos adiantar que a rodada do dia 18, com 2 jogos, será efetuada na cidade de Campos e a partida programada para o dia 18 será realizada em Taubaté.

NOTA: Em 09 de março de 1956, A Gazeta Esportiva anunciou a inclusão do E.C. Vitoria (BA) e a reorganização da tabela. Uma semana depois, na edição de 15 de março, foi anunciada a desistência do Vitória.



JOGOS

01/03/1956, 21:00- Canto do Rio 1 x 2 Portuguesa, no estadio Caio Martins - Niterói
Juiz: Wilson Lopes de Souza; bandeirinhas: José Adelio Maia e Orlando Barbosa.
Expulsão: Almir e Zequinha (ambos do Canto do Rio)
Publico: nenhum, Renda: Cr$ 0,00 - infelizmente o mau tempo reinante conspirou contra o maior êxito da abertura da novel competição.
Gols: Zequinha 11', Jaime 22' no 1° tempo; e Guilherme 25' do 2° tempo.
Canto do Rio - Rubens (Pedro), Helcio e Carlos; Ari (Edesio), Moreno e Arnobio; Celio, Osmar, Zequinha, Almir e Darrocinha. Técnico: Newton Anet.
Portuguesa - Jorge (Herrera); Valter (Cicarino) e Lucio; Haroldo, Joe e Cicarino (Mario Faria); Renato, Guilherme, Jaime, Neca e Magalhães (Valeriano).

A renda desta rodada dupla foi de Cr$ 22.538,00
06/03/1956, 19:15- Madureira 3 x 3 Taubaté, no estadio Caio Martins - Niterói
Taubaté em 06-março-1956
Equipe do Taubaté que empatou por 3 gols contra o Madureira. Fonte: Gazeta Esportiva, 07-03-1956.

Juiz: sr. José Macedo
Gols: Manteiga (Tau), Helio (Tau), Salvador (Mad) no 1° tempo; Osvaldo (Mad), Salvador (Mad) e Manteiga (Tau), segundo a Gazeta Esportiva; e Salvador (2) e Osvaldo, para o Madureira; Manteiga, Berto e Benedito, para o Taubaté, segundo O Sport Ilustrado.
Madureira - Irezê; Bitum e Darci; Nilo, Apel e Mario; Zezinho, Machado, Salvador, Nelsinho e Oswaldo.
Taubaté - Floriano (Sergio); Arati (Wilson, segundo a Gazeta Esp., e Nilson, segundo o Sport Ilustrado)) e Rubens; Ivan, Zé Americo e Ananias; Alcino, Berto, Durval, Manteiga e Helio (Paulista).

06/03/1956, 21:15- Canto do Rio 4 x 2 Americano, no estadio Caio Martins - Niterói
Juiz: Amadeu Marques - Expulsão: Marreco (Ame) por jogo violento e China (Ame) por agredir o arbitro.
Os dirigentes do Americano ameaçaram retirar a equipe de campo ficando a peleja interrompido por 15 minutos.
Renda: Cr$ 22.538,00
Gols: Jairo, Benedito, Dodoca e Darrocinha (CR)); Arturzinho e Euclides (Ame)
Canto do Rio - Pedro; Garcia e Franco; Ari (Dodoca), Moreno e Arnóbio; Benedito, Osmar, Zequinha, Almir (Edésio) e Jairo (Darrocinha.
Americano - Luís Fernando; Jorge e Naime; Marreca, Ita (Ronaldo) e Nilton; Fubá, Maneco (Euclides), China, Zuza e Arturzinho.

08/03/1956- Madureira 1 x 0 Portuguesa, no estadio Caio Martins - Niterói
Juiz: Nuno Vaz, boa arbitragem
Gol: Osvaldo
Madureira: Irezê; Bitum (Jorge) e Darci; Nilo (Alaine), Apel e Mario; Zezinho, Machado, Salvador, Nelsinho (Frazão) e Osvaldo.
Portuguesa: Jorge; Valter e Lucio; Haroldo, Joe e Cicarino; Renato, Guilherme, Jaime, Neca (Perinho) e Magalhães (Vitorino).

18/03/1956- Americano 5 x 3 Madureira, no estadio Godofredo Cruz, em Campos
18/03/1956- Taubaté 3 x 3 Portuguesa, na praça Mns. Silva Barros, em Taubaté-SP

21/03/1956- Americano 2 x 1 Portuguesa, em Campos
Juiz: Sr. Antônio Cajazeira - Renda: Cr$ 25.530,00
Gols: China (Ame), Ney (Por) no 1° tempo; e Jomar (Ame) 28' do 2° tempo.

25/03/1956- Taubaté 6 x 2 Canto do Rio, em Taubaté-SP
Arbitro: Benedito Francisco, com atuação regular. - Renda: Cr$ 41.360,00
Gols: Ivan 21', Berto 23' e Helio 31' do 1° tempo; Helio 1', Durval 7', Arnobio (penalti) 12, Arnobio (penalti) 36 e Berto 30' do 2° tempo.
Taubaté - Sergio; Rubens e Porunga; Arati, Guegue e Ivan; Alcino (Osmar), Berto, Durval (Alessio), Manteiga e Helio.
Canto do Rio - Pedro (Rubens); Elcio (Carlos) e Garcia; Dodoca, Moreno e Arnobio; Zé Luiz, Rocinha, Osmar (Zequinha), Benê (Celio) e Jairo.

28/03/1956- Canto do Rio 3 x 4 Madureira, no estadio Caio Martins - Niterói
Juiz: Nuno Alves (Gazeta Esp.) ou Lino Álvares (Sport Ilustrado). Renda: Cr$ 3.405,00
Gols: Machado (2), Zezinho e Salvador para o Madureira (M); Roberto (3), segundo a Gazeta Esp; Roberto (2) e Zequinha, segundo o Sport Ilustrado, para o canto do Rio.
Canto do Rio - Pedro; Hélcio (Carlos) e Dodoca; Dôco, Moreno e Arnóbio; Zé Luís (Darrocinha), Roberto, Zequinha, Benê (Osmar) e Jairo.
Madureira - Hamilton; Deuslene e Bitum; Nilo (Alaine), Ápel e Mário; Zezinho, Machado, Salvador (MIlton), Frasão (Nelsinho) e Osvaldo (Hélio).

01/04/1956: Taubaté 7 x 2 Americano
A Gazeta Esportiva, de 02-04-1956: Sagrou-se o Taubaté Campeão do Torneio "Miguel Couto Filho"
Pela contagem de sete a dois os taubateanos derrotaram o Americano de Campos - 4 a 2 na primeira etapa - Berto, Maneco, Durval, China, Berto 2, Durval, Helio e Alessio. os marcadores pela ordem - Renda de Cr$ 34.600,00 e arbitragem de Paulo Simões.

Taubaté, 1 (Do correspondente) - Alcançando expressivo resultado na tarde de hoje contra o Americano de Campos, 0 E.C. Taubaté sagrou-se brilhantemente vencedor do Torneio "Miguel Couto Filho".

Encerrando uma campanha das mais regulares, a equipe taubateana logrou a conquista de um magnifico triunfo, alcançando um verdadeiro aluvião de tentos contra o quadro de Campos, assinalando sete tentos contra dois de seu adversario.

Em que pese o pessimo estado da cancha, devido as chuvas que desabaram sobre a cidade, prejudicando a movimentação dos jogadores no gramado, a vitoria do Taubaté foi incontestável, espelhando a contagem fielmente o que foi a partida, cabendo ao onze local dominar a partida totalmente, tendo sofrido alguma resistência no primeiro quarto de hora do jogo, quando os visitantes conseguiram de alguma forma equilibrar a porfia.

Mas, já no primeiro periodo o quadro taubateano decidiu a peleja a seu favor, arrematando na segunda fase com uma goleada, que exprimiu perfeitamente o dominio dos companheiros de Berto, que foi absoluto nos 45 minutos finais.

A MARCHA DA CONTAGEM
Aos 2', Berto abriu a contagem, empatando Maneco para o Americano, um minuto depois. Coube a Durval, quando eram decorridos 17' desempatar a peleja, mas os visitantes reagindo voltaram a igualar o marcador, aos 21', por intermedio de China.

Berto aos 35' e 39' decidiu a sorte do quadro de Campos, marcando por duas vezes respectivamente, encerrando-se a primeira etapa com a vitoria parcial do Taubaté, pela contagem de 4 a 2.

Na fase final, o quadro local tomou conta do gramado, marcando mais três por intermédio de Durval aos 3', Hélio aos 32' e Alessio aos 43', alcançando um resultado consagrador.

EQUIPES
Os quadros que estiveram em ação alinharam:
TAUBATÉ: - Sergio; Rubens (Mazzini) e Porunga; Arati, Guegué e Zé Americo (Ivan); Alcino (Alessio), Durval, Berto, Ivan (Manteiga) e Helio.
AMERICANO: - Alcides; Ramos e Naime; Marreco, Elcides e Nilton; China (Roberto), Carlinhos, Jolmar, Maneco (Ronaldo) e Arturzinho.
Destacaram-se pelo Taubaté, Sergio e Guegué na retaguarda, tendo-se apresentado Durval como a maior figura do ataque. Entre os visitantes sobressaíram-se Naime e Ronaldo.

RENDA E ARBITRAGEM
A renda somou Cr$ 34.600,00.
Dirigiu o encontro com boa atuação, Paulo Simões da FPF, tendo sido sua conduta facilitada pelo bom comportamento dos vinte e dois jogadores em campo.

Classificação Final:
1° Taubaté - 06 pontos ganhos; 02 pontos perdidos (CAMPEÃO)
2° Madureira - 05 PG e 03 PP (Vice)
3° Americano - 04 PG e 04 PP
4° Portuguesa - 03 PG e 05 PP
5° Canto do Rio - 02 PG e 06 PP

Fonte: A Gazeta Esportiva, de 07-03-1956, 08-03-1956, 26-03-1956, 02-04-1956; Jornal dos Sports, de 02-03-1956; 22-03-1956; Sport Ilustrado, de 15-03-1956, 29-03-1956, 05-04-1956; e Arquivo www.campeoesdofutebol.com.br.
Pesquisas de Sidney Barbosa da Silva - Página adicionada em 14/Maio/2019.

 

Livros Digitais Campeões do Futebol